21 de nov de 2009

Vampire Kisses


Venha me beijar, meu doce vampiro.


Com a onda de histórias envolvendo vampiros e adolescentes, diversas obras de enredo semelhante dominam a literatura atualmente. Entretanto, apenas uma delas foi adaptada para o mundo dos mangás.

Vampire Kisses é uma história adolescente escrita por Ellen Scheiber e que em versão mangá foi ulustrada por Rem (pseudônimo, sem mais informações). Tanto o livro quanto o mangá contam a mesma história mas com adaptações diferentes para se adequarem á arte abordada, embora mantenham um ritmo de leitura leve e agradável.


Raven Maddinson é uma garota gótica, esperta e hiperativa que mora em uma pequena cidade suburbana chamada Dunsville. Com pessoas simples e comuns, Raven é uma estranha em seu colégio, sendo alvo constante de piadas acerca de sua aparência.

Sua vida tediosa começa amudar quando bem no seu décimo sexto aniversário, misteriosas pessoas sem udampara uma mansão gótica no topo da colina Benson, lugar este que Raven adorava explorar quando criança.

Não demora então para que Raven veja realizado um de seus maiores desejos: ela está namorando um vampiro de verdade.E esse vampiro é Alexander Sterling: belo, gentil e talentoso, é também companheiro e protetor, o namorado que Raven sempre desejou.

Mas claro que manter esse inusitado relacionamento não será nem um pouco fácil para ambas partes. Além de precisar manter a real identidade de seu namorado em segredo para todos e podendo se encontrar com ele apenas á noite (se bem que isso não é um problema para a garota) Raven e Alexander se veem diante da diferença entre espécies. Embora Alexander tenha dito á ela que desejava " uma relação na qual pudesse cravar os dentes", ele se controla para não provar o sangue de sua namorada, colocando a vida dela em risco.E Raven, mesmo sabendo dos empecilhos que é se namorar um vampiro aceita enfrentá-los como se fosse perfeitamente normal. Isso porque ela guarda o sonho de se tornar uma vampira.



Como se já não bastasse esses problemas, durante um de seus muitos passeios no cemitério á luz do luar, Raven e Alexander se deparam com quatro caixões vgazios e não demora para a garota descobrir que os caixões pertencem á ninguém menos que Claude, o primo de seu amado Alex.

Claude é ousado, sensual e extremamente perigoso. Junto com sua gangue ( composta por Rocco, Kat e Tripp), ele sai da Transilvânia até Dunsville para encontrar misteriosos fracos contendo sangue de um poderoso vampiro antigo, deixado como herança por sua avó.

Na verdade Claude e seus comparsas são meio vampiros. Embora apreciem sangue e possam caminhar á luz do dia, sua força é limitada e suas vidas, mortais. Só bebendo o sangue contido nos tais frascos é que poderão se tornar vampiros completos.

E Claude está convicto (com razão) que os tais frascos se encontram em posse de Alexander. Para conseguí-los, ele apelará por todos os meios possíveis, encontrando em Raven a melhor forma de atingir seu objetivo.

Quando Raven descobre que os novos alunos esquisitos de sua classe são ninguém menos que Claude e Cia, a menina entra em choque, se vendo obrigada a serví-los de guia e informante pois, caso se recuse, não apenas ela mas toda sua família e a única amiga, Becky, irão correr grande perigo.

Mas Raven não é tola. Prontamente ela e Alexander formulam planos para se livrarem dos jovens vampiros rebeldes. E, enquanto Claude e Alexander terão de se confrontar, Raven se vê diante da oportunidade de realizar seu maior sonho. Mas, estaria ela disposta a abandonar tudo e se tornar imortal?

Vampire Kisses - tanto o livro quanto o mangá - são histórias simples, contendo aventura, comédia e romance na medida certa. Sua semelhança com Crepúsculo é inegável e consegue ser até mais simples. Porém, diferente da passiva Bella, Raven tem uma personalidade afiada e leva bem ao pé da letra o jeito de ser de uma adolescente gótica.]


Talvez o interessante no mangá Vampire Kisses seja o design dos personagens. Vemos um verdadeiro desfile de moda gótico como tribo urbana, especialmente nos visuais de Raven e Claude. Ela mostra diversos visuais góticos para o dia-á-dia enquanto ele faz o mesmo mas voltando-se para o lado punk. O mesmo vale para Kat, com seu visual gothic lolita e Alexander, sempre em trajes que remetem ao estilo gótico clássico que tende ao byroniano.

Além das ótimas cenas de comédia ( como a idéia de Raven ao imaginar Claude e Cia invadindo a mansão), a obra possui excelentes referências onde Raven prova que não é uma trevosa imatura no que se diz respeito ao gótico. No livro, em uma parte significativa, a autora narra a vez em que Raven, ainda criança, conhece a escritora Anne Rice. E no mangá muitas vezes ela menciona bandas como The Cruxshadows.

Enfim, Vampire Kisses é uma simples mas divertida série para se ler sem preocupações, visando apenas simples entretenimento juvenil.

~*~

Um comentário:

Kathlleen Kristine disse...

eu ja li e ajudei na tradução desses livros , Eu adorei a historia, ela é light mas nos faz ler ate terminar !

flor.... se tiver afim de parceria passa no meu blog e pega o meu banner, eu nao peguei o seu por q teria q trocar o meu dai , por que troquei todo o meu layout. agora q ta tudo certo podemos trocar ok ? entre em contato bjus

http://kathlleenkristine.blogspot.com

Confira Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...