22 de mai de 2010

Gothic Girls

Antes de iniciarmos esse artigo, seria necessário explicar ao leigo o que significa Gótico como subcultura. Porém, isso demandaria muito tempo e sei que você não está aqui para ler esse tipo de coisa, de modo que se estiver interessado, pesquise por conta.

Então, vamos ao que realmente interessa. O estereótipo (ou exemplo) de indivíduo gótico retratado em animes, mangás, desenhos e comics. Alguns personagens (especialmente femininas) podem ser rotuladas inicialmente como "góticas" devido exclusivamente á sua estética. Assim sendo, falarei dessas garotas que são "góticas" no sentido literal (estético) da palavra e não exclusivamente á sua personalidade e fatores que podem ou não estar interligados.

Para começar, vale lembrar que personagens que possuam uma estética realmente gótica começaram a surgir em certas séries animadas japonesas e americanas realmente "bombaram" depois do ano 2000. Isso aconteceu porque depois de alguns anos ás escuras, o gótico como tribo urbana tornou a ganhar certa notoridade curiosamente motivada por bandas que nada tinham á ver com o estilo gótico.




Porém, independente do caso ser correto ou não (certamente que não) a mídia e a moda passou a apoiar tal tendência e logo vimos (e ainda vemos) pessoas aderindo á tal estética. E o Japão, como sempre atento ao estilo em destaque não poderia deixar de passar a oportunidade de utilizar o indivíduo gótico em seus animes e mangás. Pode não parecer, mas um personagem gótico é altamente dinâmico e além do apelo estético, possui ótimo retorno entre o público, principalmente adolescente.
Claro que existe uma clara diferença entre o estereótipo gótico em personagens americanos e adolescentes. O americano, por ter mais real contato e mercado (cultural,visual,musical e etc) com a cena gótica, mantém os personagens mais próximos do que poderia ser definida com a realidade da cena ou usando e abusando dos estereótipos exagerados presentes nos filmes e séries televisivas.

Já o Japão possui um apelo quase que totalmente voltado ao "gothic lolita" - uma tendência nipônica que embora muitos pensem, não possui qualquer conexão com a cena gótica, fugindo assim do estereótipo americano, mais popularizado.


Personagens Góticas Americanas


Na série X-Men Evolution, os mutantes estão em uma versão adolescente e, como frequentam a escola, cada um parece seguir o estereótipo de colégio americano. Assim, Vampira e Feiticeira Escarlate são dois exemplos inconstestáveis de góticas.


Vampira é uma gótica padrão em qualquer aspecto. Além das roupas e maquiagem, sua personalidade rebelde/stressada, solitária e agressiva é um exemplo comum de gótico adotado pela mídia americana. Ainda nessa linha, Vampira possui um sarcasmo e um lado altamente confiável quando necessário.

Feiticeira Escarlate segue mais ou menos a mesma linha. Além da estética eo comportamento revoltado/stressado, ela é agressiva e carrega muitas bijouterias de simbologia pagã. Wanda é a Feticeira Escarlate e os produtores levaram isso á sério, transformando-a literalmente em uma bruxa gótica.

Se repararmos, o desenho de Wanda lembra muito a personagem Nancy do filme Jovens Bruxas (The Craft no original) incluindo o cabelo e a postura. Jáo desenho de Vampira, mais original foi utilizado na comédia animada Ilha dos Desafios: a gótica Gwen é idêntica á Vampira da série Evolution em todos os aspectos.



Ainda em X-Men mas agora nas Hqs, temos Laura, mais conhecida por X23. Na segunda história solo da personagem e posteriormente nos X-Men, Laura é uma gótica (com base no estereótipo americano original) em todos os sentidos. Visual gótico em todas as ocasiões, ela é bonita, sarcástica, rebelde, inteligente, melancólica e não leva desaforo para casa.

Nesse ponto ela e a Morte ( de Sandman e uma das primeiras personagens realmente góticas) são muito parecidas. A diferença é que a Morte é mais adulta, não exagera no visual em todas as ocasiões e é na maioria das vezes alegre, ao contrário de Laura. Talvez Morte seja uma gótica mais "real" para contrastar com seu irmão gótico Sonho.
Outra personagem dos comics americanos é Nico Minoru da série de super-heróis adolescentes: Fugitivos (Runways). A japonesinha é uma fusão de estilo gótico com gothic lolita. E isso é provado principalmente em suas roupas. A maioria são vestidos de babados e acessórios delicados mas usa em conjunto munhequeiras e outros acessórios diferenciados. Seu jeito também é semlhante para os dois casos. Provavelmente isso advém da tendência de mesclar os dois estilos estéticos que são são utilizados por grande parte das adolescentes góticas hoje em dia. Assim como a cena gótica influencia os animes e mangás, logo estes reinfluenciam a estética da cena gótica. Como um círculo vicioso.

Há ainda Ravena do desenho Jovens Titãs. Embora não ostente um visual muito carregado,ela é reclusa, sarcástica, estranha e que gosta de bruxaria e filmes de terror. A perfeita gótica estereotipada padrão.
E os produtores americanos não temem essa tendência, pelo contrário. A exploram e mesclam em suas personagens.

Personagens Góticas Japonesas


Talvez a gótica mais popular do Japão em quesito anime/mangá tenha sido a Misa Amane de Death Note. A loirinha é uma típica gothic lolita, alegre e hiperativa, além de ingênua e sonhadora, fugindo então do estereótipo padrão da gótica sarcástica e melancólica. Misa é o tipo de adolescente que acompanha um estilo específico apenas para estar na moda e se destacar na multidão. Normalmente personagens góticas são inteligentes e realistas, mas Misa é uma excessão á regra.

O desenhista Takeshi Obata diz que, embora tenha usado o visual gothic lolita em Misa, não quis exagerar, de modo que seus trajes tornaram-se mais para um "gótico urbano" para que Misa agradasse até mesmo os leitores que não apreciam o estilo. Ainda hoje os cosplays de Misa Amane são muito populares no meio otaku.



A mangaká Kaori Yuki, famosa por suas obras "polêmicas" explora muito o conceito gótico em seus desenhos e enredos. Embora grande parte da estética de personagens esteja fortemente enraizada no visual kei para o masculino e no gothic lolita para o feminino. Assim as garotas góticas de Yuki estão mais voltadas para o comportamento infantilizado do gothic lolita do que para o estilo gótico propriamente dito. Vejam o mangá de God Child por exemplo.

Porém, Yuki explorou muito bem o conceito de androgenia na(o) personagem Belial de Angel Sanctuary. O estilo e comportamento de Belial é um arquétipo tradicional e presente na subcultura gótica.
Muitos mangás abordam personagens góticos (como Monster Princess) mas a grande maioria é referente ao gothic lolita que, como mencionado, não possui qualquer conexão com a subcultura gótica.
Porém, em certas obras exclusivas em anime ocasionalmente podem possuir uma personagem "gótica". E citarei duas.

A primeira é Robin, do anime Witch Hunter Robin. Esteticamente, ela faz o estilo gótico tradicional, com longos vestidos vitorianos de aparência fúnebre. Robin é uma garota séria, introspectiva e solitária. Ela aparenta não seguir tendência alguma, simplesmente age da forma que é, embora as pessoas costumem estranhar tal comportamento.

Já Re-L Mayer de Ergo Proxy é completamente diferente e seu estereótipo é muito mais condizente com a realidade - comum. Pela história ser ambientada em um futuro decadentista, Re-L é adulta e seus trajes, embora com o evidente estilo gótico são mais elegantes e sociais. E sim, seu rosto foi baseado na cantora Amy Lee.

Re-L ainda é dotada de uma personalidade complexa, fria, racional, inteligente e até um pouco egoísta. Enfurece-se com facilidade e mesmo sendo exigente conquista admiradores.



Para finalizar esse artigo é válido e necessário mencionar o mangá americano Vampire Kisses. Baseado na série de livros adolescentes de Ellen Scheiber, a história da adolescente que tem o sonho de namorar um vampiro de verdade é algo embarcado na onda de Crepúsculo. Porém ao contrário deste, Vampire Kisses se salva graças á protagonista.
Raven Maddinson é uma gótica inegável. Além da estética (no mangá ela faz um verdadeiro desfile de roupas), ela própria admite várias vezes que é gótica, levando ao pé da letra todos os estereótipos e "absurdos" que normalmente são relacionados aos indivíduos góticos. Adora coisas aterrorizantes,usa visual incrementado em qualquer lugar, frequenta cemitérios e etc.

Com relação á personalidade, Raven parece uma mescla de Misa com Vampira (x-men evolution). É alegre, hiperativa, mas inteligente e sarcástica. Sua vitalidade é o que conquista seu namorado vampiro e lhe acarreta problemas.
No enredo há ianda Kat, a única garota meio-vampira da gangue de Claude. Embora também utilize visual incrementado é mais voltado para o gothic lolita e sua personalidade é agressiva e reclusa, como o o oposto de Raven.
Aliás, todos os personagens (á excessão de Becky e Trevor) são góticos em Vampire Kisses. Sendo interessante notar que cada um ilustra um estereótipo comum da cena gótica.

Existe outras personagens e provavelmente mais surgirão com o passar do tempo, pois a subcultura gótica sempre influenciou diversos segmentos artísticos desde seu surgimento na década de 80, de modo que mangás e quadrinhos, tão presentes na cultura de massa - adolescente ou não - não poderiam manter-se isento dessas tendências.

~*~

Esse artigo foi só uma pincelada sobre o assunto pois é extremamente exaustivo condensar tal enredo e todas suas subdivisões em uma simples análise. Caso você não concorde com algo escrito aqui e queria contribuir para melhorar esse artigo, favor entrar em contato.

4 comentários:

Line disse...

Grande Tsu! XD (Sou eu com quem conversa com você no MSN!)

Realmente, sou bastante fascinada com a cultura gótica, fiquei feliz ao ler esse artigo.

As personagens góticas, em geral, são as minhas favoritas (tipo a "Ravena" em Jovens Titãs) pois elas são inteligentes e tem personalidade forte.

Fiquei até rindo quando vi "Crepúsculo" na sua resenha, pois me lembra de um episódio de "South Park" pois os góticos ficaram revoltados com o pessoal que se vestia de vampiro porque era modinha e não adquirir a verdadeira personalidade gótica.

Mas no caso de South Park, os góticos são uma coisa meia depreciativa, em outros lugares eles são retratados de outras maneiras até divertidas.

Minha mãe possui até um certo preconceito contra góticos pelo fato de emanar energia negativa e não terem vida saudável (drogas, fumo e álcool) o que não é verdade, pois conheci uma gótica inteligente (passou pra UFRJ pra direito de primeira), cabeça feita com uma vida normal e ainda garota de família.

A Misa é zoeira, sinceramente... é a típica "loira burra" e pior, dependente de homem, que em geral as góticas são ultra-independentes e nem ligam pros homens mas se dedicam de forma adequada quando têm namorados. Me lembra até uma colega que odeia a Misa.

Poderia fazer uma reportagem com uma introdução de o que são os góticos verdadeiramente além dos esterótipos americanos e japoneses da TV. :)

Beijos,
Line

Cassie disse...

Como uma integrante da subcultura gótica, devo comentar aqui sobre o texto.
Ótimas refer~encias, affinal é muito comum vermos agora personagens que adotam o estilo gótico seja em animes ou desenhos.
Não sei se a Misa pode mesmo constar no texto afinal tirando a apar~encia ela não tem nada relacionado ao estilo gótico ( na verdade ´´e uma afronta ao gótico pois ela é muito burra rs).

Sem dúvida a melhor caracterizada e mais condizente com a realidade foi a Morte do Sandman.

mas ótimo texto!

Dantop♥ disse...

Bom Tsu, como eu te contei, estou engressando no visual gótico agora, mas nunca me baseei em nada, sempre sou como sou, gostei do estilo e resolvi seguir, mas não sou muito gótica, pela analise.
Sou sarcastica, mas só. Sou imperativa, alegre, leza, gosto de td muito meigo, mas ao mesmo tempo, desleixado...eu sou meio misto. Decidi virar gótica pelo estilo, e não cultura. Eu geralmente abomino qm faz esse tipo de coisa, mas não resisti, eu amo a aparência gótica!
Amei a analise, muito boa♥

Dellone disse...

Mais um ótimo post!
sempre com temas interessantes
por isso curto este blog , a dona
é de uma inteligencia notável...
assim como os cometários que vejo,
sempre coesos e interessantes !

No meu Twitter deixo a seguinte pergunta ... " Tua alma é "Dark" ou só tua foto? ...
Essa frase pode ser dita a Srta Misa de Death note. rss...!

Respondi sua pergunta lá no meu blog!.. sobre as bandas! ...

Vi pelo seu cometário aqui neste post, que não se considera gótica,
porém, tem muitos "gostos" "darks"
.

é assim que vejo Lady ... é mais sobre isso o meu blog ...
não somente voltado á cultura gótica ...e sim para os apreciadores de temas "darks" em geral ... assim como a Srta!
rss...

É sempre muito bom vim aqui
e trocar uma ideia com a Srta!

Cuide-se!

Dellone

@SilenceShadows

silenceshadows.blogspot.com

Confira Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...