15 de jun de 2011

Sempre ao Seu Lado


Filmes com cachorro são muitas vezes relacionados á uma temática infantil porém, há alguns que, por seu autêntico apelo emocional consagra-se em um patamar ao seu lado. Principalmente quando a obra é baseada em uma história real.

É isso o que acontece com Sempre ao Seu Lado ( Hachiko, no original), produzido em 2009, sendo um "remake ocidentalizado" do filme Hachiko Monogatari produzido em 1993. O filme nos traz não apenas uma história de lealdade de um cão para com seu dono. É na verdade uma genuína forma de amor. Um amor puro e sincero, oriunda de uma amizade e consideração que apenas os animais são capazes de desenvolver.

Richard Gere interpreta o professor Parker Wilson, homem casado e com uma filha crescida, que vive confortavelmente em uma cidade do interior por volta da década de 1920. Em uma noite fria, após voltar do trabalho em outra cidade, o professor Parker encontra na estação de trem um filhote da raça Akita. No primeiro momento ele pensa em deixar o cãozinho com o vigia da estação, pois tudo leva a crer que o animal foi esquecido no embarque/desembarque. Porém, diante da impossibilidade de deixar o animal no lugar frio, Parker decide levá-lo para casa até que encontre alguém que queira o bichinho, mesmo á contragosto de sua esposa.

Lógico que o Akita já encontrou seu lar e escolheu Parker para seu dono. O professor logo se apega ao filhote e, devido á um pingente de madeira com o ideograma Hachiko (Oito em japonês) presente na coleira, decide nomeá-lo de Hachi.

Os cães da raça Akita são congecidos por sua lealdade e, com os conhecimentos do professor Ken
(Hiroyuki Tagawa), Parker apega-se ainda mais á Hachi. É excelente a química entre o aotr Richard Gere com o cão. Ao lado dos Akitas, Richard Gere demonstrou uma espontaneidade que há muito não se via. Hachi então se torna o mais novo membro da família, conquistando todos, principalmente Parker,iniciando uma bela amizade.

Todos os dias, Hachi acompanha seu dono até a estação para que Parker pegue o trem, voltando depois para casa. Ao final da tarde, Hachi vai pontualmente até a estação e aguarda na pracinha enfrente até que seu dono surja na porta.O hábito de Hachi traz felicidade ao professor Parker e atrai a simpatia de todos aqueles que estão nas proximidades: o vigia da estação, a dona da livraria, as pessoas que rotineiramente pegam o trem, o vendedor de cachorro-quente e etc.

Porém, um dia, enquanto dava aula, o professor Parker sofreu um ataque cardíaco e veio a falecer. Enquanto a família enfrentava a dor da perda, Hachi manteve seu dever. Logo pela manhã ele ia até a estação de trem, sentava-se na pracinha e ali ficava até que chegasse o último trem.

E é aqui que reside o lado emocional do filme. A devoção de Hachi é tão imensa que não importa quanto tempo passe, se chova, neva ou faça sol: ele permanece ali, atento á cada vez que o novo trem chega, na esperança de reencontrar seu dono e recebê-lo com alegria. As pessoas observam o ato do cachorro com surpresa e carinho pois nem mesmo a filha do professor Parker levando Hachi para sua casa faz com que o cão mude o hábito. Fugindo da nova casa na primeira oportunidade, Hachi percorre um longo caminho só para voltar á estação de trem e esperar por seu dono.


A devoção e amor de Hachi - que permanece inalterada diariamente do primeiro ao último trem - chega ao conhecimento das imprensa, que redigiu matérias sobre a lealdade de um cão para com seu dono. Hachi recebe doações e é tratado pelas pessoas que trabalham por ali. E muitos, ao saírem do trem chegam a cumprimentar o cão, pois ele se torna parte da vida rotineira de todos.

Á medida que o tempo passa, vmaos nos sensibilizando cada vez mais. Talvez Hachi soubesse que seu dono jamais voltaria, mas sua força o impelia a estar ali, como uma razão de existir. E isso parece ser provado no momento em que o professor Ken encara o Akita e lhe diz em japonês: " - Seu dono jamais irá voltar. Mas se é isso o que deseja fazer, faça Hachi."

Na última parte do filme, revemos a esposa de Parker visitando o túmulo do marido após terem se passado dez anos. E, antes que possamos assimilar, as lágrimas já se tornam inevitáveis. Quando visualizamos Hachi, agora tão velho e exausto, caminhando lentamente pela cidade até a estação de trem e sentando-se no mesmo lugar da pracinha enfrente á porta para aguardar, conter as lágrimas é impossível.Ao encontrar o cão ali, sempre fiel todos os dias ao longo de dez anos, a esposa de Parker - em um misto de dor e compaixão - abraça Hachi.

Hachi faleceu em 1934, exatamente no mesmo lugar em que ficara aguardando o regresso de seu dono. A história do Akita correu em Fukushima, no Japão e hoje existe um monumento erguido em sua homenagem naquele local.

A cena final é ao mesmo tempo dolorosamente triste e bela, com a devoção e amor de Hachi por seu dono. Alternando a câmera entre a imagem de Hachi parecendo sonhar e as lembranças felizes, até o que seria a retribuição por toda sua lealdade e carinho nascida em uma noite com neve. Pois o nome Hachi significa também "aquele que vem do céu á terra e depois retorna ao céu.".


Um filme encantador e triste, que merece ser contemplado e refletido.

~*~

47 comentários:

Sora-Chan disse...

Chorei baba e ranho a ver esse filme, só de pensar que isso foi uma história verdadeira, parte me o coração

Eduardo disse...

Eu nunca assisti esse filme, mas achei muito bonito quando eu vi o trailer... Especialmente quando ele chama o cachorro de Hachiko *-*
Não sou muito chegado em cachorros, mas se eu tivesse um, ele teria esse nome :P

Sandro Honorato disse...

Eu só uma parte deste filme que o cachorro segue o dono até a estação de trem e talz kkkkkkkk

Vou procurar ve-lo completo :)

Beijos Tsu

Paulo Cesar PC- BLOG DE TUDO UM POUCO, MINHA OPINIÃO disse...

Olá minha querida, gostei do post viu, pelo simples fato de amar cachorros ou cães como queiram, e mais ainda pelo filme. O Richard Gere numa interpretação maravilhosa, que aliais para mim é grande ator. Me permita acrescentar ainda encima desse tema, como os animais nos dão importantes lições de amor, respeito e carinho, não é verdade? Os exemplos são os mais variados, o filme por sinal, é um belíssimo exemplo, apesar de ser um filme, a realidade está de alguma forma sendo demonstrada ali. Um beijo grande no seu coração minha querida.

Crys Leite disse...

Esse filme é emocionante demais, adoreiii!

@DiiRainbow disse...

Que lindo Tsu!! Emocionante mesmo. Se foi dificil segurar as lágrimas só lendo sua resenha, imagina assistindo ao filme. Lindo post. Beijoos.

Tsu disse...

Oi Sora-chan!
Eu assisti esse filme sabendo que ia chorar, pois em matéria de filme sou muito sensível..mas eu chorei como há muito tempo não chorava em um filme.

Edu o/
Ah eu recomendo que você assista esse filme sim, ele é muito reflexivo! Cachorro é tudo de bom, quando você começa a conviver com um, logo se apega.

Oi Sandro!
Poxa, termina de ver o filme! Fica interessante e emotivo á partir desse momento da ida e vinda da estação!

Oi Paulo!
Ah eu também amo cachorros! Tive um husky siberiano que já faleceu..mas ualquer dia posto algumas fotinhos dele no blog ^^. Depois dele não pretendo ter mais nenhum porém isso não diminui o fato de eu gostar tanto de cães.
Sim, os animais sabem o que é amor e considerçaão de uma forma que os humanos são incapazes de aprender. Em Para Sempre ao Seu Lado eu acho mais emocionantep or conta do fato real. Não tive coragem de assistir Marley e Eu pois sei que irei chorar demais e relacionar a perda do meu cão (minha irmã caiu em prantos quando assistiu) mas acho a história de Hachiko mais bonita por conta de ele ter dedicado sua vida em esperar o dono.
bjs e obrigada por sua presença no blog!

Oi Crys, obrigada pelo comentário!

Olá DiiRainbow (gostei do nick). Poxa legal que minha resenha sobre o filme foi capaz de emocionar. Eu procurei condensar o que senti quando vi o filme. Acho que a cena onde as lágrimas são inevitáveis é quando 10 anos se passam e vemos o cão continuando indo na estação todos os dias.
bjs!

Sora-Chan disse...

Eu não consigo ver filmes de animais juro! já o novo filme da Lassie, ouve um cãozinho que morreu parei logo o filme para ir fazer outra coisa porque estava a chorar baba e ranho xD filmes com animais comigo não dá! Gosto demais de animais!

Paulo Cheng disse...

Já tinha ouvido falar desse filme, o oriental e não sabia desse remake com o Gere, gosto da performance dele, minha esposa ama os filmes com ele Tsu.

E além de ser um filme legal, também passa uma mensagem bem bacana de amor de homem e cão, e vice versa. Gosto de cão, ainda não tenho um, pretendo criar um daqui a uns dois anos, quando estiver menos atarefado, e gosto da raça Boxer, é feio mas eu curto.

Vou ver se na locadora aqui tem esse filme e vou conferir, ótima dica Tsu.

Abração pra ti.

Mari Sayuri disse...

Oi Tsu!!! Tudo bom com você?!
Desculpa desaparecer por um tempão xD A facul resolveu que dessa vez ela ia me matar. Mas ela falhou de novo xD
Então, eu também adorei o filme, achei muito emocionante, a atuação do Richard Gere ótima e tals mas...
acho que ele ficou muito americanisado, tem umas senas que dá vontade de dormir, como a do romance dele com a esposa... acho que nessa hora fugiu do foco.
Mas isso não desmerece esse como um dos melhores filmes sobre lealdade ja feitos!
Claro, eu sou mais a versão japonesa, que tem um ar mais realista e um impacto forte ao fim, que simplesmente, após a linda cena de reencontro, vemos Hachi esquecido da calçada, morto e ponto final(sério, o filme acaba assim, é de querer morrer de tanto chorar).
Adorei sua postagem Tsu!!!
Beijão
http://ondevaoasnuvens.blogspot.com

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pelo post Tsu! Já assisti Sempre Ao Seu Lado e me debulhei em lágrimas. É um filme incrível! Beijos!

Rubi disse...

Acredita que eu tenho esse filme mas ainda nao assisti? Cheguei a ver alguns vídeos, e ler a sinopse, mas até então, nunca tive tempo pra assistir. Com o que você escreveu, minha vontade só aumentou; vou ver se assisto esse final de semana pra voltar e deixar um comentário com a minha opinião sobre o filme!

Ótima postagem.

Sandro Honorato disse...

Tsu e ai como vai?
Volte agora do cine...caraca que filme FODA. kkkkkkkkkkk
- analisando os atores: Kevin Bacon atuou bem demais;a mulherzinha que fez Emma também(achei que seria mais novinha mas tudo bem hahaha)...Po pensei que nunca ia falar isso mas até a Mistica era bonita kkkkkkk
_Analise a historia: Sei la achei que faltou mais ação sabe?
_Analisando como fã: Achei Foda!

Quero ver de novo kkkkkk

Beijos Tsu e vou ver esse filme ae :D

Andre Mansim disse...

Eu assisti esse filme, gostei muitissississimo mas na minha opinião a menina que herdou o cachorro é uma sem noção, tudo bem que o cachorro quizesse fugir e ir esperar o dono, então ela que fosse com ele ver o trem chegar e depois o levasse pra casa... Mas é isso que vejo aí nas ruas, muita gente pega os cachorros e gato pra cuidar e não tem conciencia de que aquilo é uma vida que necessita de carinho, de compreensão, de lugar pra dormir, de comida e de responsabilidade, então os idiotas pegam cães e gatos pra criar e depois jogam e abandonam nas ruas... A menina do filme fez isso e eu achei ela uma idiota!
Puxa... acho que vc nunca me viu bravo né Tsu, hahahahaha desculpe aí o desabafo!

Luma Rosa disse...

Ainda não assisti o filme, apesar das oportunidades que tive de fazê-lo. Sou patife para eventos emotivos, tristes e só de ler a sua postagem, meus olhos marearam :( por que também lembrei do meu cão que perdi recentemente.

Tsu, uso o Versionista para identificar cópia indevida. Existe um aplicativo java - tynt.com - este apesar de eficiente, pois aparece no blogue copiador, no lugar da postagem, um alerta de plágio - se copiada 10 palavras seguidas - existe um porém

Boa sorte!

Guilherme Z. disse...

Oi Tsu, quando vi "Sempre ao Seu Lado" em DVD eu não gostei, achei muito parado. Como ele foi lançado relativamente próximo à euforia causada por "Marley e Eu" devo ter estranhado, esperava algo emocionante, mas ainda engraçadinho. Sábado revi quando passou na Globo e olhei de outra maneira. Realmente o filme é bem bonito e é quase impossível não se envolver com a história. Parabéns pelo texto.

http://acervodocinema.blogspot.com
http://memoriadasetimaarte.blogspot.com

Manfio disse...

Ah, Sorocaba e Jundiaí são bem próximas.
Bom, isso é verdade, sempre que algo se torna modinha e acaba ficando saturado, você consegue encontrar em meio a tanto lixo algumas coisas boas.

Infelizmente eu conheço pouco do cinema japonês. São poucos os filmes que assisti e muitos eram animações (como "Hotaru no Haka" e "Sen To Chihiro no Kamikakushi" por exemplo). Este filme eu lembro de ter visto parcialmente já faz tempo, mas nunca o vi por completo. Como sempre que leio uma critica sua sobre um filme, fiquei com vontade de ver o filme rsrs. Eu gosto bastante do gênero drama, alguns filmes realmente te deixam para baixo ao final, mas não sei pq é um gênero que gosto muito.

Tsu disse...

Olá Sora-chan! Ah eu sou bem molenga pra filmes sentimentais..choro muito rs. Até hoje não chorei tanto num filme quanto no A Espera de um Milagre. O "Em Busca da Terra do Nunca também chorei..bom, até em anime eu choro! Que o diga Angel Beats e Chrono Crusade (esse superou..chorei até no mangá).
js

Oi Chengão o/
Então eu não tive a oportunidade de ver o filme original e acabei vendo esse remake semana

passada na tv. Eu não sou muito fã do Gere mas nesse filme ele atuou com uma naturalidade

fenomenal.
Olha, cachorro é tudo de bom! Eu já tive um Husky Siberiano lindo, mas ele faleceu a alguns anos e agora não penso em ter mais nenhum, mesmo ainda gostando muito de cães. Meu padrasto tem 2a-latas que são um amor ^^. Eu conheço a raça Boxer, não é das minhas preferidas mas sei que é um excelente cão, bem companheiro. Mas todos dizem que o mais amoroso de todos é o vira-lata.
Mas é bom você pegar um cão só quando tiver tempo para ele, pois quando os donos são muito atarefados, o animal passa muito tempo sozinho.
bjs

Oi Mary!
Eu estou bem, á despeito do frio aqui em SP rs. Ah então você burlou a faculdade e conseguiu escapar? rs..mas faculade esgota mesmo...você está fazendo qual curso? Quando se trabalha a faculdade fica ainda mais maçante. Quando trampava em shopis, saia em rolês e estudava eu era um bagaço humano..ai decidi parar a faculdade para manter as outras duas prioridades.
Eu não consegui ver o original de Hachiko, acabei vendo o remake porque passou na tv e concordo que aquelas cenas do Gere com a esposa são totalmente desnecessárias,fugindo do foco. Mas o que você falou da cena final do original me deixou mais triste por conta do realismo...acho que nesse ponto o remake ajudou a suavizar.
Valeu por ter curtido a postagem! Ah você viu a postagem anterior, o top 7 dos ninjas de Naruto? Acho que vai gostar!

Olá Vanessa!
Ah obrigada por ter curtido o meu post ^^. bjs!


Oi Rubi!
Ah eu acredito sim...tenho váiros filmes e animes em casa que preciso assistir com urgência mas não tenho tempo pra isso.Poxa, fico feliz em saber que minha resenha do filme te incentivou a ver! Assista e depois venha comentar, mas aviso: deixe a caixa de lenços de papel próximo! rs.
bjs!

Tsu disse...

Ae Sandro! Você viu X-Men \o/
hashashahshas ah o Kevin Bacon não tem pra ninguém, ele me fez curtir e conhecer mais sobre o personagem Sebastian Shaw...a January Jones, que fez a Emma foi digna para a personagem e gostei de ver ela usando as roupas originais! É uma personagem com potencial pra outros filmes. Sobre a ordem cronológica com relação á idades, desencane...em X-Men nada parece fazer sentido e todos os mutantes não envelhecem kkkkkk.
Eu gostei da ação do filme, manteve o ritmo dos 2 primeiros movies.
bjs!

André \o/
Ah então eu concordo com sua opinião com relação á filha do professor...mas o problema é que o cachorro ficava o dia inteiro e a noite na estação...não teria como a menina ficar lá tendo um bebê pequeno e morando longe. Acho que mais errado ali foi a esposa do cara que sumiu e foi pra outra cidade. O cão sofria com a perda tanto quanto ela e o certo seria a esposa ter levado o animal. Talvez assim, morando em outra cidade, Hachi não ficaria ali todos os anos e teria uma pessoa que poderia lhe dar a atenção e o carinho que ele estivesse precisando. Tanto é que quando a esposa reencontra o cão, ela chora porque não ficou com o animal, que tinha muito mais consideração pelo marido do que ela própria.
Agora você falou uma verdade...vemos por aí muitos animais abandonados, alguns até de raça, largados pra morrer pelo simples fato de os donos não os quiserem mais. Isso é um crime e me pergunto como alguém tem coragem de maltratar uma criatura tão benigna.
Pode desabafar sempre André, eu faço isso ás vezes também em alguns blogs rs.

Olá Luma.
Eu quase chorei enquanto escrevia a resenha então imagine vendo o filme u.u. Obrigada por disponibilizar tais informações. Estou entrando nos sites agora e tentando compreender como funciona =)
agradeço a atenção desde já!

Oi Guilherme ^^
Eu nã otive coragem de ver Marley e Eu pois sei que irei chorar horrores. Mas independente disso, sei que continuarei gostando mais de Hachiko até porque é uma história mais profunda e reflexiva. E obrigada pelo comentário!

Oi Manfio!
Eu também não conheço praticamente nada do cinema japonês. Sei que tem muita coisa de qualidade referente á filmes mais antigos, como Rashomon que tenho em casa mas ainda não assisti. É que eu não aprecio muito os filmes japoneses, sou mais os animes mesmo.
Poxa, legal saber que minhas resenhas incentivam as pessoas a verem determinado filme...mesmo eu não sabendo a razão 0.o. bom, Sempre ao Seu Lado é um drama triste mas belo, vale á pena.

Sora-Chan disse...

Então se queres animes com uma história espectacular e que fazem chorar, vai ao meu blog e assiste aos animes, Air Tv, Clannad e Clannad After Story, Bokira ga ita em breve possivelmente estarei a por mais 2 que fazem o mesmo efeito mas com histórias incriveis *o*

*♡* Jane dos Anjos *☆* disse...

O que dizer? já estou chorando aqui, vi o filme e chorei muito, pois o amor que é tão verdadeiro nessa historia me fez lembrar dos amores que tbm tive.
Eu tinha uma gata, a Thana, que era uma amor enorme e que minha mãe a odiava, deu ela pra uma pessoa que morava muito longe, chorei muito, mais depois de uma semana inteira em pleno verão, quem vejo chegar em minha casa, com as patas em carne viva? minha melhor amiga Thana, chorei, abracei e cuidei muito dela, minha mãe resolveu deixar eu ficar com ela e morreu bem velhinha do meu lado, aos seu 16 anos de idade, o amor existe e é uma pena que poucas pessoas conhecem este tipo de amor!!
O filme é lindoooooo e um de meus preferidos!! Beijuuus Tsu!! Linda postagen!

Bruno - "Troke'' disse...

Ola,passando pra conhecer seu blog!

Não verei esse filme,pelo simples motivo de que eu sei +- a historia e como tenho animal é fueda assistir...

Parabens pelo blog,estou te seguindo!

Narnian Queen disse...

Acredita que eu não vi esse filme ainda?? Preciso ver, mas sei que eu vou chorar horrores... rsrs

Viu, eu fiz o botão para o blog, finalmente!! Na verdade é provisório pq eu não gostei muito, mas não consegui fazer melhor... rsrs

Segue o link:
http://i1115.photobucket.com/albums/k555/mybritishdelight/mybritishdelight_b.png

Não consegui ler a sua entrevista ainda, mas vou ler assim q possível! Tô curiosa! :)

Beijos!

Eduardo disse...

Qualquer dia desses eu vou assiti-lo. Mesmo tendo uma preferência um pouco maior por gatos, ainda concordo com sua frase! Tem um clipe novo de um grupo de DJs chamado Swedish House Mafia, o clipe se chama Save The World. O clipe é muito 10, tem até uma parte que o cachorrinho pisca o olho! XD

Ana disse...

Tenho o DVD e já vi o filme.
Fiquei comovida só com o trailer, acredita?
Qdo assisti o filme na íntegra, chorei como uma criança.
Gere foi maravilhoso e me convenceu como dono e amigo do animal.
Tbm gosto muita das atuações da Joan Allen. Ela é bastante expressiva em cena; mas nesse filme achei ela fria e distante como esposa do Gere. :/

Bjs ;)

Tsu disse...

Oi Sora-chan!
Ai eu vou deixar esses animes anotados para baixar na net.Não gosto de assistir no pc..baixo e gravo no dvd pra ver na tv =) Mas eu comprei uma série nova que não lembro o nome e preciso vê-la primeiro rs.

Jane \o/
Ah entáo somos duas! Na vida real eu não sinto nada mas me coloca pra ver um filme triste e pronto! Rios de lágrimas. E que história linda essa da sua gatinha Thana! Uma prova de amor mesmo! Parece até coisa de filme...você deveria contá-la em seu blog!
Meu cachorro era um pouco "distante" de mi até porque não tinhámos um convívio diário..ele era muito apegado á minha irmã, com quem ficava todo dia de modo que quando ele morreu ela sofreu bem mais.
bjs!

Oi Bruno! Bom, se você não aprecia filmes tristes que envolvam animais, então Sempre ao Seu Lado vai mexer muito rs. Mas mesmo assim vale porque a história é bela.

Oi Narnia Queen!
Ah sim, prepare lenços de papel quando for ver o filme porque as lágrimas são inevitáveis rs. Ah beleza já estou pegando o botão e o colocando no meu blog..você pode escolher um dos meus três botões do meu blog para colocar, fique á vontade! Se quiser, eu posso bolar um botão novo pro seu blog ^^.
Ah aqui está o link da minha entrevista: http://www.paulocheng.com/2011/06/entrevista-com-blogueira-tsu.html.
bjs!!!!

Oi Edu o/
Ah que interessante deve ser esse clipe! Minha mãe adora gatos, ela se apegou muito com os dela e eles mais parecem cachorros 0_0 Teve um que corria junto com os cães, só faltava latir!

Oi Ana =)
Eu sabia do filme Hachiko á um tempo mas não procurei ver pois sou sentimental com relação á filmes. Sei lá eu tenho a habilidade de captar os pensamentos do diretor... Talvez a atriz Joan Allen tenha ficado meio "fria" por conta da calorosa atuação de Gere e principalmente pellos Akitas, que roubam a cena.
bjs

Sora-Chan disse...

Que serie é que compraste? :o

leandroaleixo disse...

Bom eu para ser sinsero achei o filme muito pesado! Não gostei por isso!!
Mais como e uma historia real,entao eu adorei...pois conta uma historia incrivel.maravilhosa!!! Os melhores filmes de animais sao esse e marley e eu!!!d++!+!+!+!+!++!

Tbm ja postei deste filme.vwlwlwlw abraços..adorei seu blog!

Sandro Honorato disse...

Tsu e ai como vai?
Tem razão....achei a roupa dos personagens bem parecidas com o desenho/ gibi :)

Falei que faltou mais ação...mas pensando bem só no ultimo da trilogia teve um pouquinho mais e talz

Sabe que filme tem que ver agora?
" Capitão América" kkkkkk

Beijos e tudo de bom

Cissa Romeu disse...

Oi Tsu (Pri),
estou tentando colocar os comentários em dia, fiquei devendo teus e de alguns blogs, de fato estou cheiaaaa de coisas para fazer, e acontece! Eu mesma estou postando com mais tranquilidade, para conseguir retribuir os comentários com calma e também porque tenho seguidores que estão super atarefados e já me avisaram, assim eles conseguem ler com calma!

Ufa! rsrsrs
Quanto ao teu post anterior, vou comentar aqui, adooorei o desenho da que está no segundo lugar:Karashi. Maravilhoso!
Li teu post, mas ainda me perco com isso rsrsrs :)

Quanto a este, nossa! Vi esse filme semana passada na TV aberta, no sábado. Eu estava com um gripão e tudo que queria era não chorar, mas o filme me cativou de uma forma, acabei vendo todo ele, e chorei claro, e não foi muito. O Gere esta maravilhoso, como sempre, e a história do Hachi é cativante, humana, cheia de reflexões, e triste.
Tenho meu gato Lito, que é como se fosse uma alminha gêmea minha, sabe todos os meus segredos rsrsrs
Acabam se criando laços incríveis com os animais, me sinto mais feliz só por saber que ele vai estar em casa me esperando (para comer seu atum ligth, claro), mas que seja por interesse rsrs é meu filho gato!
Beijãoooo

Humoremconto
http://anaceciliaromeu.blogspot.com

Emíliana disse...

Tsu,td bem garota?Ta afim de participar do 4 por 4 de semana que vem?Se aceitar me da a resposta la no blog,pq esqueço de voltar nos blogs,junto com teu e-mail pra mim te explicar como é e sobre o que é,ok?Te aguardo ate amanha Tsu,bjka e bom fds

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Muito bom o blog.
Gosta de cinema clássico? Apareça.
Abraços.

O Falcão Maltês

Leticia disse...

Sem dúvidas a originalidade não é o maior ponto forte do Kishimoto. Além das garotas que você citou há mesmo muitos outros personagens que lembram personagens de outros animes. Jiraya lembra muito o Mestre Kame do Dragon Ball (velho poderoso e pervertido), Naruto é o típico personagem básico de shounen, brigão e que compensa a falta de inteligencia com força de vontade (lembra muito o Yusuke e tantos outros), e o Sasuke é uma espécie de Vegeta mais emo. Apesar de muitos pontos fracos, tenho um grande carinho pelo anime, pois foi com ele que meu interesse em animes cresceu.

Eu já vi o remake desse filme, vi uma matéria em algum programa de tv falando de um cahorro que esperava o dono já fazia dias e usaram o filme como referencia. Ai depois eu me interessei e fui assistir, realmente um ótimo filme, porém muito triste. No dia que vi este filme, horas antes tinha assistido "Garota de Ouro" que tinha me deixado muito pra baixo, muito dramático, depois ainda fui ver "Sempre ao Seu Lado" e ainda alterada pelo filme anterior as lágrimas foram inevitáveis.

JessicaBarros disse...

Eu amei esse filme coitadinho do cão mas o final marcou mais^^

Bjinhos :3

Leka disse...

Olá Tsu!
Cara ainda não vi esse filme...um clássico de filmes com cachorro que eu gosto é o "Bingo esperto pra cachorro"!kkkk!
Esse que vc indicou, pela sua descrição parece ser muito mais sério e profundo.

Ah! Também gostaria de saber se vc aceita parceria? Gostaria de divulgar teu banner lá no meu blog!

bjs, paz e bom final de semana!
http://guerradosmundosleka.blogspot.com/

lechu-chan disse...

Caramba,chorei MUITO mesmo até depois de ver esse filme.Sempre que comentam algo dele desce uma lagriminha,até hoje.

Pra ser sincera só vi esse filme porque o original é japonês.Como não estava a fim de baixar,aluguei o americano mesmo.

Geralmente evito filmes dramáticos ou com animais,porque é certo que acabo chorando no final.

Mas esse filme...esse é especial.
Ainda sinto aquele calorzinho gostoso quando vejo algum Akita na rua.^^

Harah Nahuz disse...

Oi lindona
vc trabalhou em que loja?fiquei curiosa,quem sabe até já nos vimos
por aí,hein,Tsu?
E,repito:vc manda muito bem SIM,é uma pessoa coerente e inteligente,vamos sim,sempre estar ttrocando idéias :)
Do filme,nossa,me emocienei muito,mesmo não tendo assistido ainda,já conhecia a história sim.
Mas sabe,ao ler o comment do André,ficou uma coisa martelando na minha cabeça:é cinema,e cinema "romanceia" a coisa pra poder vender,né?
Mas enfim,independente da atitude dos "humanos",é inegável que "animal" é isso :amor.
Aliás a palavra animal vem de anima,do latim que significa ALMA.
bjssssss :)

Tsu disse...

Ai Sora-chan! Eu me esqueci o nome da série! @_@ Foi recomendação do vendedor de anime (sim, aqui no Brasil tem isso) e me interessei pela história...só sei que tem "Eden" no título e mais alguma coisa. Vou ver quando chegar em casa e te falo! E fora esse eu preciso assistir o Monster!

Oi Leandro =)
Eu particularmente gostei muito desse filme por retratar uma história real. Achei isso um ponto alto e, diferentedo MARLEY E EU que foca toda uma vida de amizade, o de Hachiko foi um momento de companherismo que marcou uma vida inteira.

Sandro o/
Sim, a roupa manteve uma certa fidelidade isso porque o Brian Singer esteve na produção =). O último filme da trilogia mutante teve ação mas pecou muito na cronologia real da série...a Fenix é uma identidade cósmica e não um desvio de personalidade. O filme cortou isso porém na cenas deletadas, isso é revelado, uma pena que não tenham colocado no filme em si.
Ah eu não gosto do Capitão América hahshashas. Muito americano pro meu gosto =p
bjs


Cissa \o/
Ah desculpa! Não imaginei que vc estivesse tão atarefada! Sorry, sorry...recentemente eu estou descobrindo como é difícil manter um blog popular...exige muita dedicação e eu adoro manter contato com o público mas para isso é necessário ter tempo.
Opa, você gostou do Kakashi? Teve gente que não curtiu a foto rs...mas o personagem é fenomenal,embora eu prefirao Itachi (tanto que ele está em 1º lugar).
Ah então vc é como eu,chora demais em filmes!
Ah eu queria ver uma foto do seu gato Lito! Minha mãe tem 2 gatinhas: Amora e Bel..tinha o Popó, o gato que era o xodó dela mas faleceu. Os animais são fenomenais, eles são muito mais humanos que os humanos! Não acredite na história de que gato fica com o dono por interesse! Os gatos da minha mãe provam que essa teoria é absurda! Eles realmente gostam de quem gosta deles!

bjão!!!!!!!!!

Renata disse...

Quando eu estava na 8ª sério minha professora deu o texto com esta história para analisarmos (prova de português)...
Ao terminar de ler o texto comecei a chorar hahaha... A professora veio me perguntar se estava tudo bem shaushaushaus... Aí me deixou ir ao banheiro lavar o rosto.
Depois mais pessoas também choraram na classe!

Hoje fico pensando se meu cachorros ficam me esperando voltar pra casa já que eu to aqui! Acho que eles devem pensar que eu fui trabalhar. Aiiii quando penso nisso me dá até vontade de chorar de tanta saudades que eu estou deles.

Esse filme passou não tem muito tempo na Warner, mas eu não tive coragem de assistir hehe..

bjss

Tsu disse...

Oi Emiliana!
Nossa, claro que eu gostaria de participar do 4x4! Seria uma honra pra mim *_* Aqui está o meu mail: ifurita@bol.com.br. Fico no aguardo da explicação e desde já muito obrigada por ter me escolhido!
bjs

Oi Antonio!
Nossa, eu gosto muito de cinema clássico sim! Tenho uma quedinha pelo cinema expressionista alemão e alguns filmes mais atuais mas que são tão artisticos quep doem ser considerado arte!

Oi Letícia!
Sim, o Kishimoto pega muita referência externa, mas acho que isso advém do fato de ele ser um autor iniciante cuja obra fez um sucesso estrondoso. Mas assim como você, á despeito das semelhanças eu tenho carinho pela obra, embora muitas vezes o Kishimoto parece incentivar os fãs a odiarem sua obra por conta das besteiras que faz. Ninguém aguenta mais as atitudes de rebelde sem causa do Sasuke, a lenga-lenga com o Madara e a falta de atitude de suas kunoichis. Mas existe originalidade ali, em alguns designs e uso de histórias semelhantes de outras ele bola algo dele próprio. É algo semelhante ao diretor de Cisne Negro, que baseou seu filme no anime Perfect Blue.
Sobre apelo emocional em filmes, Sempre ao Seu Lado tem muito emoção...eu sabia que ia chorar quando visse esse filme. as lembro que eu não imaginei que choraria tanto no Em Busca da Terra do Nunca rs.
bjs

Tsu disse...

Oi Leka!Nossa, você conhece o filme do Bingo! Lembro que eu sempre assistia quando passava na Sessão da Tarde kkkk. Opa, claro que eu aceito parceria! Me passa seu botão que eu coloco aqui no blog! Eu tenho 3 botões, você pode escolher um deles, salva e coloca o link ^^
bjs

Olá Lechu-chan!
Ah eu também chorei muito nesse filme...aliás, vivo chorando em filmes, mas esse eu chorei como há muito tempo não fazia! Ah o Akita tem um rosto muito fofo o/ Dá uma olhada na nova postagem que fiz no blog, é do cosplay da C.C . Notei no blog da Cassie que você mencionou adorar a personagem!
bjs

Oi Harah!
Sim, a loja que eu trabalhei chamava-se Filho do Egito quando era no shopis de Jundiaí e depois mudou o nome para Olhar do Oriente em Valinhos. A loja de Valinhos segue firme e forte e é linda! Vc é de SP?
Poxa, muito obrigada pelos elogios, eu fico até sem graça...penso que talvez eu não mereça todos os elogios que me fazem mas agradeço muito ao carinho de todos! Os comentários sempre me ajudam a passar os dias ruins, como os que venho tendo.

Bom, cinema "romanceia" mesmo e no filme do Akita certamente é mais pra cena final mesmo...mas isso foi feito pra em meio á tristeza deixar um possível final feliz ainda que não saibamos se o reencontro foi ou não real.
Nossa, eu não sabia esse signficado em grego, mas explica totalmente o sentimento de qualquer animal.
bjs

Tsu disse...

Renata, amiga!!!!! \o/
Pensei em você essa semana, tudo bom?
Olha eu acredito que seus cachorros esperam seu retorno sim..o caso do Hachiko no filme era um pouco diferente, mas os animais sentem mesmo nossa falta. Lembro que minha gatinha Bel sente mniha falta e eu sempre dmeoro muito para vê-la, pois ela fica no sitio do meu padrasto.
Eu até tenho coragem de ver o filme de novo e sei que vou chorar do mesmo jeito..é por essas razões que não arrisco ver Marley e Eu..terei muitos flash-backs do meu cão...

E como estão as coisas aí na Holanda? Se divertindo e conhecendo muitos pontos turisticos?
Eu vi as fotos no facebook *.*
bjs!!!!
e espero conseguir encontrar você on no msn esse fim de semana!
bjs

William disse...

Olá Tsu,
GRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAANDE FILME!
Assisti ano passado e realmente é um filme emocionante.
A amizade e lealdade de um cão não tem preço. Supera qualquer expectativa.
Sabe, quanto mais conheço alguns seres humanos, mais eu admiro meu cachorro.
Um beijo pra você e bom final de semana.

Tsu disse...

William \o/
Ah tem razão..eu acvho que no geral, o amor que os animais sentem é impossível de ser definido com palavras..o que gostei no filme Hachiko e isso de focar no cão e fazer con que pensemos o que ele poderia estar pensando.
Bjs e excelente final de semana pra vc também ^^

Jenny' disse...

Esse filme é tenso pro dogzinho.
Fiquei com pena dele =s

:**

Jenny'

Léty Hyuuga disse...

Esse filme é lindo, lindo, lindo!

Olha, não é qualquer filme que me faz chorar - e em geral,só os com animais conseguem isso xD. Eu já tinha chorado assistindo "Marley & Eu", no final, e com o livro também. Mas esse "Sempre Ao Seu Lado" me derrubou! Eu já conhecia essa história real, e quem conhece já se emociona nas primeiras cenas. A história é lindíssima, e me fez chorar do início ao fim, rsrsrs. A cena em que a esposa do professor reencontra o Hachi e o abraça, dez anos depois da morte do marido, então - cheguei a soluçar, de verdade!

E realmente, a atuação do Geere e a química dele com o Akita é fabulosa. Eu sempre gostei do ator, depois desse filme passei a gostar ainda mais.

Beijos. :)

Tsu disse...

Lety!
Para Sempre ao Seu Lado é um filme que é pra nos fazer chorar mesmo. Eu chorei muito e dói mais ao sabermos que é uma história real. Marley e Eu é triste também mas ali o cão viveu feliz e tudo o mais. Agora no caso do Hachi, a dor e fidelidade dele o fez ficar 10 anos fazendo a mesma rotina a esperança de rever o dono (a cena que vc mencionou quando vi cortou meu coração) não tanto na cena que a viúva o vê mas quando ela menciona os 10 anos e então vemos o Hachi velhinho, fazendo o mesmo caminho. Tenho o filme aqui em casa mas ainda não quero ver porque sei que vou chorar de novo rs.

Confira Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...