29 de jun de 2009

Ergo Proxy



A misteriosa e complexa busca pela razão de ser.




Criado pelo estúdio Vision Ergo Proxy é, sem dúvida, um dos animes mais surpreendentes e originais já vistos. Detentor de uma abordagem filosófica e confusa em um futuro gótico pós-apocaliptico, a obra foge de qualquer estereótipo presente tanto em animes quanto em histórias futuristas.

Tudo começa em um possível futuro onde um grande cataclisma ocasionado pelo aquecimento global fez com que a humanidade seja quase que completamente exterminada. Os sobreviventes passaram a viver dentro de uma espécie de redoma, conhecido como Romdo Dome. Ali é o único lugar onde se é possível viver pois todo o resto do planeta se tornou nada mais do que um infindável e venenoso deserto.

Trancados nessa imensa cidade sob um rígido comando político, a tecnologia desenvolveu-se de forma estrondosa e, para auxiliar as pessoas em toda e qualquer tarefa, suprindo também qualquer tipo de necessidade, foram criados os AutoReivs: Robôs de elevada inteligência artificial.

Tudo começa quando a bela Re-L Mayer, agente do centro de investigações e neta do homem mais poderoso de Romdo, decide investigar os estranhos comportamentos dos AutoReivs após serem infectados pelo misterioso vírus Cogito. Suas investigações á levam até Vincent Law, um imigrante que, sendo perseguido pelo governo, demonstra que é muito mais do que aparenta.

Decidida a descobrir a verdade sobre o rapaz, Re-L (com a suposta ajuda de seu amigo, o médico Daedalus) desobedece as ordens do sistema e foge do Romdo. Entretanto, as descobertas de Re-L sobre a conexão de Vincent com os Proxys (bizarros seres nem humanos nem máquinas) acabam sendo perigosas. E ao, lentamente ir recuperando suas memórias, Vincent também passa a descobrir coisas sobre si que jamais pensou possuir.



Com isso, Vincent e Re-L começam a ser perseguidos pelo sistema ditatorial de Romdo e pelo diretor-geral, Raul Creed. Assim, o então "casal" junto com a andróide Pino, decidem viajar até Moscou, a única outra cidade existente no mundo em busca de respostas.

Enfrentando um deserto sem fim e encontrando no percurso diversos Proxys que, com seus poderes, criam mundos e ilusões capazes de enlouquecer os protagonistas e revelando aos poucos e sempre de forma subtendida, todos os mistérios que habitam este estranho futuro decadente começam a ser revelados. Incluindo os bizarros segredos que a cidade de Romdo guarda secretamente.

O mais atraente em Ergo Proxy não é sua animação, sempre em tons escuros dignos de uma história futurista; a relação de Re-L e Vince ou as cenas de ação ocasionadas nas lutas com inimigos. O que realmente atrai os espectadores é sua trama sempre subtendida e que lida com questões que podem ou não estar ligadas á nossa própria sociedade, bem como questões que podem ou não ditar um futuro totalmente científico.

Dada á sua complexidade de enredo fica um pouco difícil definir o gênero de Ergo Proxy. Eu, particularmente o definiria como um drama pseudo-científico de um futuro cibernético pós-apocaliptico. Complicado? Talvez, mas é essa complexidade de Ergo Proxy ao lidar com questões futuristas e, principalmente psicológicas.

Recomendo Ergo Proxy para aqueles que apreciam uma boa história do tipo que nos faz analisar minuciosamente o que se é "mostrado além do que é mostrado". Ao assistir Ergo Proxy, aprecie-o devagar, atenha-se aos detalhes e note as referências. Enfim, conecte sua mente ao mundo de Ergo Proxy e veja uma obra incontestável.


~*~

4 comentários:

Isa F. disse...

Ergo é foda demais *.* recomendo a todos!

Leonardo Dognani disse...

Ergo Proxy é um dos melhores animes que já vi na minha vida =D
É maravilhoso e realmente incontestável!
>=D

o///

Eduardo disse...

Ergo Proxy realmente é um dos animes que na minha opinião são aqueles "quebradores de paradígmas" o enredo pode ser até um pouco complicado (tive q ver no começo os 1ºs episódios 3 vezes para poder entender....), mas é uma obra prima dos animes!

Rubi disse...

A história me pareceu ótima! E eu que pensava que entendia de animes HAHAHA Aqui no teu blog, descobri que não sei praticamente nada. Imaginava que todos seguiam o mesmo estilo Sakura, Pokemón e Sailor Moon. Mas tem muita coisa boa nesse universo, e por sorte, estou conhecendo grande parte deles aqui.

Vou procurar alguma coisa na internet, e depois que assistir, certamente terei um comentário melhor sobre esta obra-prima dos animes, como foi dito no comentário acima.

Até mais!

Confira Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...