14 de out de 2008

Anime Themes

As músicas que são temas de animes são realmente interessantes de serem observadas. Vê-se claramente que existe uma certa simbiose de sobrevivência entre ambas partes quando um anime é bem aceito pelo público. A música-tema muitas vezes torna-se uma marca registrada da série...e a banda/cantor(a) que toca esta música ganha um certo reconhecimento entre os fãs da série em questão.

A música-tema não precisa ser boa...basta que a série na qual ela toca fique famosa e atraía um certo público. Tempos atrás (e ainda hoje) muitas músicas-temas não passavam da j-rock ou j-pop mais vagabunda, cujo único objetivo é vender cds. Entretanto não é todas as músicas que são assim. Recentemente muitas músicas são realmente boas e ás vezes são até melhores que as séries para as quais elas tocam. Isso é um fato.

Não sou uma entendida de j-pop/j-rock ou j-metal, muito menos conheço os cantores japoneses. Ouvir, até ouço, mas restringe-se á séries ás quais eu acompanho. De bandas nipônicas só conheço X-Japan, Nigthmare e a cantora Bana, que são o que costumo ouvir.

Eu não sou tão otaku á ponto de ficar ouvindo música nipônica, minha cena é outra. Mas mesmo meu conhecimento neste assunto seja escasso, acredito que tenho moral o suficiente para dar a minha opinião.
É de certa forma óbvio, que o recente sucesso das bandas e cantores japoneses entre os jovens seja devido aos animes e mangás. Todo otaku que se preze possui sempre um álbum completo de alguma banda do gênero e até arrisca cantar ( mesmo que não saiba japonês, o que vale é a intenção, não?)sua música preferida. No Japão a situação é diferente, afinal as bandas em sua maioria ditam a moda, como aconteceu na época do punk nos EUA e Europa. Embora aqui no Brasil, ultimamente eu tenha visto uma certa tendência J-Rock, denominada Visual Kei.

Mas não é sobre bandas nipônicas ou visual kei que quero comentar, isso fica para uma próxima vez. Aqui vou falar de Músicas de Animes.




Como dizia, músicas de anime são algo memorável, independente da sua qualidade. Existe boas e más músicas-temas de anime, assim como existe animes bons e ruins. Pode-se encontrar animes ruins com músicas boas e vice-versa. Pode-se encontrar animes ruins com músicas ruins e animes bons com músicas boas. É algo bem diversificado. Normalmente fãs de determinadas séries costumam gostar da música-tema não porque ela é boa, mas porque toca no anime que gosta.

Como exemplo, é evidente que a música-tema de Love Hina é um lixo intragável, mas para os fãs da série, ela é legal. Mas esse gosto ocorre mais pela série e a música acaba sendo agregada. Agora uma música como o encerramento do segundo movie de Vampire Hunter D é de certa forma muito boa, mas não faz sucesso pois o anime possui poucos fãs.

Se o anime é bom e faz sucesso, sua música-tema e música de encerramento serão boas por conta disso. É raríssimo uma música-tema fazer sucesso e o anime a qual pertence não. Talvez isso nunca tenha acontecido.
Existe também o importante fato que se diz com relação á letra das músicas de determinada série. Se a música possui uma letra que condiz com a trama, mesmo que o ritmo dela não seja dos melhores, é aceitável por fazer sentido.

Pode-se citar como exemplo as músicas de Evangelion. Mesmo que o ritmo não passe de um j-music sem graça, sua letra é perfeita para ilustrar do que se trata o anime. Isso é mostrado logo na primeira frase da música-tema ("síntese do anjo cruel") seguindo numa narração condizente com a trama e seu refrão ( "jovem, torne-se uma lenda"). Mas claro que tal referência entre letra da música e obra só valha se você souber a tradução dela.

Claro que, em minha opinião, não aprecio músicad-tema onde se torne evidente o conteúdo da trama, como que explicando detalhes, como as músicas de Pokémon...melhor é aquela música que o enredo fique subtendido.
Quando um anime vem para o Brasil, sua música é traduzida, mas a tradução nem sempre é correta. Como por exemplo as músicas de Tenchi Muyo que são irritantes na versão nacional mas até suportáveis na versão original. Mas fora estes casos, normalmente as músicas mantém seu conteúdo original ( como é o caso das músicas de Bucky).

Um fato importante que vale á pena ser exposto é que, embora seja raro, existe casos em que uma série é boa, suas músicas-tema e encerramento são excelentes tanto em termos de ritmo como de letra. Tal fenômeno me parece ser recente, pois o mercado japonês e as bandas devem ter percebido que explorar os animes, a música pode alcançar um público maior se houver qualidade.
Um exemplo é a trilha sonora de Death Note. Casando perfeitamente com o trama, as músicas possuem um ritmo veloz, agressivo e envolvente exatamente como o anime. E a letra é uma explicação clássica do conteúdo da obra de forma subtendida, especialmente nos primeiros e segundos temas ( The World e What's Up People?).

Talvez o último exemplo que desejo ressaltar é o caso em que uma música-tema de determinado anime ser capaz de ultrapassar a esfera "otaku" e atingir um público que não conhece músicas japonesas. É o caso da canção Forever Love, tema de X-Movie. Isso é raro e acontece apenas quando a música é realmente definida pela maioria como Boa.

É óbvio que muitos discordarão do que disse aqui, então se quiserem comentar, comentem. Esta é simplesmente minha opinião sobre o que penso com relação ás músicas dos animes. Uma coisa é certa. Recentemente as músicas de anime estão muito melhores do que eram algum tempo atrás. E espero que continuem se superando ara agradar cada vez mais os fãs.

Um comentário:

Criska disse...

Eu adoro músicas de animes. Aquela da Sailor Moon é um clássico, aprendi quando era criança e sei a letra todinha até hj. De vez em quando me pego cantando sem perceber "mesmo querendo não posso ser sincera..." hahahaha!

Confira Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...