29 de mar de 2009

Trigun - Comentário Pessoal


Ouvia falar á muito tempo sobre Trigun mas só recentemente obtive acesso á obra. Logo no começo, a aparência de Vash me atraiu e, ao me deparar com o primeiro volume do mangá, confesso que me desapontei com o traço. Não é lá grandes coisas e as cenas de ação são confusas e de difícil interpretação. Entretanto, para ajudar-me com isso, o anime possui uma excelente qualidade e as cenas de ação são bem movimentadas.

Aliás é no anime que sofremos crises de riso perante as cenas hilárias ocorridas com os personagens. Tais expressões faciais e corporais mudam subitamente, sendo impossível não se surpreender. Vash, lógico é um caso á parte. Ele brilha incontestável na obra, não apenas por ser o personagem principal mas por ser ele o ponto mais cômico da história. Em vários episódios ele é estapeado, perseguido, agarrado por bêbados, tratado feito cachorro por moças bonitas, explodido, escravizado, feito de panaca...e isso é o suficiente para nos simpatizarmos com ele e considerá-lo completamente imbecil, mesmo sendo extremamente poderoso.

O único na série capaz de rivalizar com Vash na tentativa de atrair a simpatia dos espectadores é, sem dúvida, Nicholas Wolfwood. As cenas em que ele e Vash agem juntos são repletas de ação com pitadas de comédia ( inesquecível a cena em que Nicholas desce porrada em Vash). Entretanto, no que pode-se referir como "segunda parte" na série, as coisas mudam completamente.

A comédia, constante nos primeiros episódios, é quase totalmente suprimida da metade até o final, quase á ponto de serem histórias completamente diferentes. Trigun, que no começo parecia ter a função de apenas arrancar risadas com situações absurdas, mostra-se uma trama dramática, com um Vash extremamente deprimido. Isso acabou me desapontando na série e o que realmente é revoltante é o destino sem cabimento e necesssidade dado á Wolfwood. Foi injusto.

Mas o final de Trigun é agradável, não sendo um final propriamente digno pois algumas perguntas ficaram sem respostas. Respostas que talvez sejam só respondidas no mangá, denominado Trigun Maximum, ainda em andamento.

Nenhum comentário:

Confira Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...