16 de mar de 2011

Piratas do Rock



A primeira rádio rock do mundo é um fato mais do que suficiente para se fazer um filme á respeito. Piratas do Rock relata - com traços de ficção, claro - a história real da ´radio pirata que escandalizou e viciou a sociedade britânica na década de 60. Com uma mistura de humor e pitada suave de drama, a história é enriquecida por sua informação precisa sobre a rádio pirata.

Para o entendimento ser mais fácil, é preciso saber que na época em que a Rádio Rock surgiu, a Inglaterra vivia em uma época em que o rock e as polêmicas de revolução eram totalmente surpimidas e proibidas. As rádios "oficiais" tocavam menos de uma hora de música por dia, reinando assim apenas  noticiários e silêncio.

Como uma forma de protesto contra o governo e o modo de vida inglês politicamente correto, um grupo de homens (e uma mulher) decidiram levar a boa música para a população. Para que pudessem manter a rádio funcionando deliberadamente e fora do alcance da lei, a Rádio Pirata tinha a sede em um grande navio cargueiro ancorado em algum ponto do Oceano Pacífico.

O oceano não é território de qualquer país, de modo que, teoricamente, as pessoas que vivem ali não podem ser punidas pela lei de determinado país. Portanto, eles são foras-da-lei, autênticos piratas.

 A Rádio Rock e seus integrantes passam então a ser aclamados e queridos por uma legião de ouvintes fiéis. Das mais variadas idades e profissões, eles ligam religiosamente seus rádios todos os dias para acompanhar os programas de seus locutores preferidos e ouvir uma boa música.

O filme ainda retrata, logicamente, o dia-á-dia dos apresentadores do navio Piratas do Rock. Curiosamente, cada um deles refleta perfeitamente o tipo de programa que faz, incluindo o horário. Temos por exemplo, o Conde - norte americano que foi a primeira pessoa a dizer apalvrões em horário nobre; o charmosos Mark Meia-Noite ( um cover do Jim Morrison), o excêntrico e quase desconhecido Bob da Madrugada, o polêmico e famosos radialista Gavin e por aí vai.

E é no clima de camaradagem autêntica e amor pelo rock n'roll que esses piratas seguem suas vidas burlando e nfurecendo a política britânica, gozando de muitas azarações (eles realizam sorteios para que ouvintes viesse m conhecer o navio ocasionalmente) e mostrando á população uma avanlanche musical.

Embalado por uma trilha sonora mista e respeitável condizente com a época, o filme mantém um clima divertido com as excentridades de seus personagens e as desesperadas tentativas do governo para impedir o programa. E o mais interessante é ver a dedicação dos ouvintes pela rádio que prova aos radialistas que seu esforço é recompensado.

Piratas do Rock é um filme essencial para aqueles que apreciam a história do rock n' roll e como a música tem o poder de quebrar qualquer barreira e auxiliar a revlução de toda uma geração. Após os Piratas do Rock, a Inglaterra passou a ter cada vez mais rádios e o rock consagrou-se. E foi graças á esses divertidos pioneiros que hoje a Inglaterra possui mais de duzentas estações de rádio e uma paixão pelo rock n' roll.

Caso você queira ter uma informação legal de um episódio do rock de forma divertida e descompromissada, Piratas do Rock é recomendado.


~*~

11 comentários:

Jim Carbonera disse...

bah, filme foda!! Com bons atores e principalmente por ser uma historia baseada em fatos reais.

Vale a pena conferir o preconceito das radios em tocar rock n roll no começo de tudo!

Foda demais!

Bjs

http://www.estilodistinto.com

Ana disse...

Um filme que tem senso crítico e boas doses de humor, é comigo mesmo!! =)
E do jeito que eu gosto de rock n'roll então... acho massa o som da guitarra e da bateria! Curto muito ouvir BEM ALTO os clássicos do rock! \o/

Bjs ;)

William disse...

Oi Tsu,
que ótima indicação. O filme é bom e vale realmente a pena conferir.
Seria muito bom se vários filmes sobre algo referente ao rock, falassem realmente a verdade sobre o rock. Existe muita coisa errada por aí, infelizmente.
Mas não é o caso desse filme.
Valeu pelo ótimo comentário lá no blog sobre ciencia e religião.
Beijo

Anônimo disse...

Hei, Tsu!
Achei seu blog!
Muito bom, hein (-:
Eu acho que esse filme já passou na tv a cabo, mas ainda não vi. Agora fiquei com vontade.

Beijos!

Gustavo

Andre Mansim disse...

Tsu realmente esse filme é muuuuito bom, já ví e indico pra todo mundo que gosta do bom e velho rock'nroll. mas não sei se vc já assistiu "Uma onda no ar", é um filme brasileiro sobre a primeira rádio pirata do Brasil e eu ouso falar que é melhor que esse filme dos gringos!

Um abração, bom dia, fica com Deus!

Sandro Honorato disse...

Gostei da dica Tsu!

Sabe que filome parece ser iradoAquele que vai ter nos cines amanha.."Batalha de Los Angeles" algo assim kkkkkk

Poxa,aqui nos eventos as colegias que vão tudo tem namorado kkkkkkkkkk

Beijos e um bom resto de semana

Tsu disse...

Ae Jim!! Sim sim...esse filme eu tive conhecimento graças ao motoboy do lugar que eu trampava...ele me emprestou o dvd falando que eu ia gostar e acertou em cheio ^^

Oi William ^^

Sobre o filme, eu imaginei que voce já estivesse assistido. o/ Afinal é um clássico pra quem curte rock. E sim...tem muita coisa errada sobre o rock, alguns erros até cometidos pelo próprio povo do rock e pela mídia. Mas é assim que as coisas são...bom para quem sabe o que é o rock de verdade!

bjs!

http://www.empadinhafrita.blogspot.com

Olá, Jim!
Sim..é muito interessante ver o preocnceito que o governo tinha mas o povo - de qualer idade e classe social - amava a rádio como um amigo valioso nas horas difíceis da vida!


Então você tem que ver esse filme, Ana!! Tenho certeza de que vai gostar ^^. Tambpem curto ouvir som alto..especialmente quando estou nervosa...quanto mais pancada de bateria tiver, melhor...extravasa a raiva. rs
bjs!


Oi Gustavo ^^
Opa agora poderemos conversar aqui no blog!!! Mas,,...onde eu vou escrever as respostas de seus comentários se não tem como eu ficar postando no seu blog?


André!! \o/
Olha eu fiquei super curiosa nesse filme brasileiro que você falou. Não entendo muito de cinema nacional então agora irei pesquisar esse filme!
Beijos pra você e fique com Deus também! (olha lá, vou pegar sua mania de falar isso, hein? =p)


Oi Sandro ^^
Então eu ouvi falar desse filme..mas ainda nem vi o Rango 0_0.
Não desista..um dia no evento você acha uma colegial desacompanhada. O Itachi que eu queria estava acompanhado da última vez que o vi mas espero que na próxima quem o esteja acompanhando seja eu kkkkk

Renoth disse...

OMG eu esqueci
Desculpa Tsu!!!!
você poderá me perdoar algum dia?? Ç_Ç
eu vou te ligar sim, nem que eu tenha que colar um lembrete na minha testa!
bem, é realmente dificil pra mim chegar em pessoas de qualquer maneira e.e
mas eu queria muito aquele eminho pra mim T_T
eu gosto de rock, vou procurar esse filme, parece legal.
também gosto muito do Itachi, mas prefiro o Sasuke... acho mais gatinho xD
vou sair agora, mas estou anotando seu telefone na minha mão, então vou tentar te liga ,ok?
beijos Tsu!

Láh/ disse...

Tsuuuu, valeu pelo comentário lá!! :DDD

Aah, eu nunca consegui ver esse filme inteiro, acredita??

Mas o pouco que vi, ameiii!! xDDDDD

Kamila disse...

Ahh.. eu vi o cosplay! *----* Muito lindoo... sua sortuda, olhos verdes... xD

Pode deixar que eu não sumir.. mas é que o meu prof passou tanta coisa pra gente fazer esse período que eu ficava 24h fazendo >.< não deu mesmo pra postar.. =/ mas agora que eu acabei tudo.. vou voltar a postar sim.. e aconteceu tanta coisa que acabei escrevendo bastante. Vou ter muitas poesias xD

Que bom que gostou do novo visu =) Acho que ficou mais com cara de poesia rsrs

Abraço!
http://kamila-poesia.blogspot.com/

Marcos Rosa disse...

Olá Tsu, este filme é muito bom.
O que mais gostei nele foi o espírito de liberdade, não e só tocar e ouvir o estilo de música que eles gostavam, mas sim lutar por seu direito a liberdade. Foi um exemplo perfeito e bem humorado de mostrar um Estado autoritário, apesar de ser oficialmente democrático, indo contra direitos naturais dos seus cidadãos. Sem falar na trilha sonora e nos autores fantásticos tb.

sobre o Naruto e o Japão Feudal, eu imaginei que seria algo parecido, pois quando vc descreveu me veio imediatamente a mente uma série que assisti quando criança, não sei se vc conhece, Liomen. Passava na mesma época de Jaspion, Changeman, Gyraya. Eu era louco por estas series.

----
http://algunsfilmes.blogspot.com/

Confira Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...