4 de jul de 2010

FanFic - Na Balada com o Samurai - capítulo 02

Danceteria - 22:50 PM

A kombi chega sacolejante e com o escapamento solto no estacionamento da danceteria. Após encontrarem uma vaga por milagre, o grupo dirige-se empolgado para o recinto.

TOMOE: - Foi uma sorte termos encontrado o Saitou. Se não fosse por ele estaríamos voltando para casa.

AOSHI ( sussuro) : - Maldito seja você, Saitou!

HIKO: - Hoje eu pego uma mulher bem gostosa!

O grupo passa pela portaria, paga a entrada e segue até ser barrados por dois seguranças enormes, maiores que o Hiko. Enquanto um revistava, outro via as identidades. Ao pegar a identidade falsificada de Yahiko, o homem o observa, observou o documento e franziu as sobrancelhas.

    - Você tem mesmo dezoito anos?!

YAHIKO: - Claro que sim!

KAORU: - É que... ele veio de uma família pobre e era subnutrido....

SAITOU: - Todos vieram comigo, estão de acordo com as normas.

Os seguranças pareceram não acreditar, mas como Saitou era o chefe, permitiram que a turma entrasse no local. Saitou permaneceu na entrada com os seguranças, fumando um cigarro.

Interior da Danceteria - 23: 00 PM

O local era enorme. A música proveniente das inúmeras caixas de som colocadas em pontos estratégicos era ensurecedor. As luzes moviam-se coloridas em todas as direções e uma densa fumaça pairava no recinto.

SANO: - Tchau pra vocês porque agora eu vou me divertir!

Antes que alguém pudesse dizer alguma coisa, Sano já havia entrado no meio da multidão, que mexia-se na pista de dança, e desapareceu.

YUMI: - Certo. Agora cada um aproveita a balada do jeito que quiser!

KENSHIN: - Precisamos marcar um ponto de encontro aqui, para não nos perdermos uns dos outros!!

AOSHI: - Eu vou sentar naquela mesa, não quero dançar...

SOUJIROU: - Então essa mesa enfrente ao barzinho fica sendo nosso ponto de referência! ( ele acena para alguém) Vou lá com a minha turma!

Eles observam Soujirou se aproximar de dois irmãos gêmeos ( Hokuto e Subaru de tokio babylon ) que estavam vestidos de forma extravagante, parecia baile de carnaval.

AOSHI: - Que horas vamos embora?

SHISHIO: - Mal chegamos aqui e você já pensa em ir embora?! Sem essa! Eu vou ficar aqui até amanhecer!

MEGUMI: - Depois vemos isso, tem tempo. Eu vou no bar e não quero nenhum de vocês me acompanhando, entenderam?!

KAORU: - Aoshi, já que você vai ficar sentado aí, vou deixar minha bolsa com você. Tenho medo que alguém roube...

TOMOE: - Então vou deixar a minha também.

Aoshi sentou-se no banco estofado semicircular em torno da mesa e logo se viu tomando conta de quatro bolsas ( Megumi não havia levado ) e a porchett de Hiko.

MISAO: - Vamos dançar, gente! Tchau, senhor Aoshi. Divirta-se!!

 O grupo se dirige á grande pista de dança que encontrava-se extremamente movimentada, parecia trio eletríco da Bahia. A danceteria Apocalipse Now era a maior da metrópole e tocava músicas de todos os gêneros, de Black Music á Heavy Metal. Era também um famoso ponto de encontro frequentado por personagens das mais diversas séries de mangá.
 Na pista, as pessoas dançavam ou simplesmente mexiam o corpo. Era o  perfeito caos.  A turma logo se dispersou,  fundindo-se na multidão. A música alta confundia os sentidos.

YAHIKO: - ........pessoal? EI! Gente! Cadê vocês?! Kenshin! Kaoru, Misao!! CADÊ TODO MUNDO?!!

Yahiko começa a ser empurrado, pisado e compreensado. Uma confusão de cheiros confundia seus sentidos, o calor era insuportável. Yahiko começou a se desesperar. Ele era pequeno, e as pessoas praticamente passavam por cima. Após levar uma violenta cotovelada na cara, Yahiko se abaixa e começa a tentar passar entre as pessoas para sair da pista de dança. Com muito esforço e hematomas, ele consegue realizar tal proeza.
Apoiou-se em uma parede longe da pista de dança, arfando. Nisso, um pequeno grupo de Sailors vestidas com o mesmo tipo de vestido provocante mas de cores diferentes passa á seu lado.

VÊNUS (amarelo) : - O que um garotinho como você está fazendo aqui?

YAHIKO:- Eu não sou um garoto!!! Meu nome é Yahiko!

PLUTÃO( preto) : - Tudo bem, mas você é menor de idade. Quem o deixou entrar?

YAHIKO: - O chefe de segurança. Ele me conhece.

MARTE ( vermelho) : - Aquele que está sempre fumando?! Me apresente á ele!

JÚPITER ( verde ) : - Por quê você quer conhecê-lo?

MARTE: - Amiga, aquele cara é muito sexy! Tô de olho nele desde que comecei a frequentar essa danceteria!

YAHIKO: - ....ele é casado.

MARTE: - É casado mas não é morto! Você ainda não conhece os prazeres da vida, menino!

PLUTÃO: - Você não aprende mesmo... ( gota )

YAHIKO: - Olha, eu me perdi dos meus amigos. Se ficarem comigo, eu apresento o Saitou pra você.

MARTE: - Mesmo?! Obrigada! ( abraça Yahiko )

VÊNUS: - Eu gosto de cuidar de crianças...

Barzinho - 23 : 17 PM

 Megumi sentara-se em um dos bancos do extenso balcão do bar que possuía um bom movimento. Pedira um drinque de vodka com limão e observava a pista de dança. Usava de todo o seu charme, passando as mãos no cabelo, para atrair as atenções masculinas.

    - A garota está sozinha?

A médica olhou desinteressada para trás e arregalou os olhos. O sensual e elegante Kira ( de angel sanctuary, não o Raito ¬¬ ) a encarava com um olhar conquistador e um sorriso malicioso.

MEGUMI: - Hãn... " nossa, de primeira surge um bofe desses! " -  É .... digamos que sim...

KIRA: - Nunca te vi. Vem sempre aqui?

MEGUMI: - ...... " que cantada horrível! " - Er... não, é a primeira vez.

KIRA: - Certo... tá afim de beber alguma coisa?

MEGUMI: - Você paga?

KIRA: - Bem ... eu pensei em dividir as despesas...

MEGUMI: - Cara, como você tem a CORAGEM de cantar uma mulher como eu e querer DIVIDIR as despesas?! Alóu!!!!! É cada um que me aparece!

KIRA: - Desculpa, é que.... droga! Eu não sei xavecar, as mulheres veêm até mim antes de eu ir até elas, entende?

MEGUMI: - Ainda por cima é convencido!

KIRA: - Não sou convencido! As mulheres que já fiquei dizem que eu sou muito bom!

MEGUMI: - Há tá! - totalmente desinteressada e enfezada. - E o que você,  " gostosão da balada ", sabe fazer que elas acham tão bom?

KIRA: - .... quer mesmo saber?

Pista de Dança - 23 : 25 PM

Uma música termina, tudo fica escuro. É então que as ataduras de Shishio entram em ação. O verde-limão fusforescente chama a atenção de todos. Era isso que Shishio queria. De imediato começou a dançar, improvisando passos ritmados assim que a nova música começou a tocar.
         As pessoas aprovaram a idéia e até afastam-se um pouco para que Shishio arrase em sua performance. As ataduras fusforescentes mescladas ás luzes da danceteria eram um grande destaque.

SHISHIO: - Há,há,há,há!!!!! Isso parece o inferno!!!!

Shishio estava fora da realidade, totalmente posssuído. Perto dele, Yumi também dançava empolgada e sensual devido á roupa chamativa. Não demorou muito para ser abordada por dois Cavaleiros do Zodíaco, que esbararam nela de propósito.

SEYA: - Ho, desculpe! Tudo bem com você?

YUMI: - Sim, não foi nada.

IKKI: - Você é muito bonita, sabia? A mais bonita da danceteria.

YUMI ( vermelha ) : - Obrigada. Mas não chego á tanto.

SHIRYU: - Quer ser nossa deusa suprema esta noite? Seu lugar é entre as estrelas do zodíaco!

YUMI: - Eu gostaria, mas hoje estou acompanhada...

SHIRYU: - Quem é o imprestável que deixa uma beldade dessas sozinha?!

SEYA: - Vejam aquele cara como dança! - aponta para Shishio. - Nossa, a roupa dele é muito show!

YUMI: - Ele é aquele que vocês chamaram de imprestável.

Gota. Shiryu e Seya ficam sem saber o que dizer enquanto Shishio continua a dançar.

Mesa - 23 : 38 PM

           Aoshi estava sentado sozinho com bolsas á seu lado. Mexia uma lata de refrigerante na mão, dando pequenos goles de vez em quando. Observava tudo á seu redor exausto de tão entediado. A música alta e a fumaça começavam a lhe dar dor de cabeça. Olhou no relógio em seu pulso. Poderia estar agora sossegado em seu quarto, assistindo um teatro de ópera no canal á cabo People & Arts, esperando Misao lhe trazer um lanche e reverenciá-lo como um rei, mas NÃO! Foi obrigado a vir em uma danceteria horrível para bancar o segurança de Misao sendo que ele não fazia a mínima idéia de onde ela poderia estar. Bocejo. Olhou desinteressado para a pista de dança, discernindo um ponto verde-limão brilhante - Shishio - com a biscate da sua namorada.
             Virou para o lado, avistando em um sofá-puff gigante, Megumi nos maiores beijos e amassos com Kira. Enquanto este mordia seu pescoço, Megumi soltava risadinhas com suas feições de raposa. Aoshi balançou a cabeça desolado, suspirando entediado.

Canto da Danceteria - 23 : 45 PM

 Embaixo da escada que levava á Área Vip do local, Sano se aproxima de um trio composto por seu amigo anarquista Katsu, Misato ( de evangelion ) e Edward ( de Fullmetal Alchemist).

SANO: - E ái, Katsu!!! Que milagre ver você fora de casa!

Os dois se cumprimentam com gestos complicados. Uma densa fumaça branca com odor pairava embaixo da escada, onde eles estavam.

KATSU: - Soh........decidi me expandir hoje. .........é .......

SANO: - Vocês tão legal?

MISATO: - Claro ....... melhor impossível .... elefante cor-de-rosa ...............

EDWARD: - Cara eu tô muito doidão!

KATSU: - Tó. Vem curtir com a gente!

 Katsu coloca na mão de Sano um baseado e um pacotinho de pó.

SANO: - Katsu, seu imbecil !!!! Você tá se drogando!!!!

MISATO: - .......fala baixo meu.....

KATSU: - É só um cigarrinho pra afastar os problemas ..... - dá uma tragada, os olhos até viram. - Você viaja, cara .........hãn.....

 Nisso, Sano avista, mais ao fundo da escada, Fuuma ( de X) seminu, vegetando.

SANO: - .......como vocês conseguiram entrar com isso aqui?

MISATO: - Eu trouxe! - bate no peito orgulhosa. - Veio comigo!

EDWARD ( delirando) : - Aê mina!!! Mó legal......

KATSU: - É só não deixar o povo ver....... pega e curte com a gente!

SANO: - Hãn.... não sei...

KATSU: - Experimenta! Só uma tragadinha!

SANO: - Bom, só uma tragadinha não faz mal.... - pega um cigarro e dá uma tragada. - Ei, isso é ....BOM!!!


 Banheiro Feminino -  00 : 09 PM

 Misao adentra no local rindo alto e com uma lata de cerveja na mão. Atrás dela vinham Omasu e Okon trajando roupas idênticas.

MISAO: - Há,há,há! Só vocês mesmo, meninas! Fugiram de casa só pra vir na balada mas são tão burras que colocam a mesma roupa!

OMASU ( vermelha) : - Estávamos tão empolgadas que só percebemos no caminho...
OKON: - Pelo menos eu já fiquei com dois caras e vou pro terceiro!

Nisso, Misao termina com a cerveja em um único gole, joga a lata numa privada e dá descarga. Mas o negócio entope o cano e logo começa a transbordar. Completamente grogue, a garota segurou-se na parede e tratou de abrir uma outra latinha.

OMASU: - Misao... acho que é melhor você parar de beber...

MISAO: - Cala a boca! < HIC> Eu fo ófima! A noife nem começou! - aponta. - Se me encherem o saco, eu falo pro fofô! E o senhor Aoshi fá aqui fambém!

OKON: - Não! Por favor! Eu ainda tenho que beijar móóóóito!!!!!

MISAO: - Eu fambém! Fou pegar um cara super dispufado! < HIC> Vocês fão fer! - bebe um gole.

OKON: - Há, querida. - ar superior. - Você não pega nem gripe!

Misao a encara indignada, já estava vermelha de tão bêbada.
MISAO: - Enfon.... vamo lá na danceferia! Eu fou te mostrar!

As três saem do banheiro e entram na pista de dança. A visão de Misao já estava turva, mas ela conseguiu avistar Tenchi Masaki ( de tenchi muyo) dançando timidamente junto com suas  " amigas"  Ryoko e Aeka. O engraçado é que elas disputavam em segredo quem conseguria agarrá-lo, isinuando-se de formas nada discretas.
      Misao sorriu confiante e entrou na pista cambalenado. Começou a dançar com movimentos grogues, aproximando-se do triângulo amoroso. Empurrou Aeka e Ryoko com ambos braços e puxou Tenchi para si, praticamente colando seu corpo no dele.

TENCHI: - Que... que tá...

MISAO: - Fou te dar um desenfupidor de fia!

TENCHI: - Um o quê?!

  A garota puxou o pescoço de Tenchi dando-lhe um longo beijo, daqueles de tirar o fôlego. Choque total. Okon e Omasu arregalaram os olhos pasmas, Ryoko e Aeka gritaram de raiva. Grande parte das luzes da danceteria pareceu iluminar a cena, a música parou momentaneamente.

RYOKO: - Grrr!!!! Sua piranha! Larga o Tenchi!

  Ryoko furiosa pega Misao pela trança com força. A pequena ninja gritou, mas conseguiu se livrar e soltou Tenchi, que caiu no chão arfando devido ao beijo. ( ê moleque mole! )

MISAO: - Aêêê!!!!!! Sua biscate! Não ouse tocar no meu cabelo!

RYOKO: - Biscate é você, protótipo de Rapunzel!

MISAO: - Foi só um beijo! Tinha que provar pra minhas amigas que posso pegar um homem!

AEKA: - E você vem logo pegar o  meu?!

RYOKO: - SEU?! Quem disse que o Tenchi é seu?!

MISAO: - Pior que peguei um cara que age como um milho cozido!!

TENCHI: - Como assim?!

MISAO: - Você é um pamonha, cara!

RYOKO: - Não xingue o Tenchi, sua emo vadia!

MISAO: - Emo?! Chute violento da fênix!

  Porém, Ryoko desvia e o chute de Misao atinge em cheio a cara de Tenchi. O rapaz viu estrelas e foi ao chão, nocauteado.

AEKA: - Háááá!!! Tenchiiiii!!!!!!!!!! - tenta acordá-lo. - Lorde Tenchi, abra os olhos! Vislumbre sua esposa!

RYOKO: - Que esposa o quê?! Ele é meu, só meu!

Enquanto discutiam, Ryoko e Aeka puxavam Tenchi, que mais parecia um trapo humano. Gota.

MISAO: - EI ! Suas tontas! Larga ele e vem brigar!

OKON/OMASU: - Cala a boca, Misao! Não piora!

As duas arrastam Misao para longe da confusão enquanto esta, comletamente bêbada, começa a gritar coisas sem sentido.

Pista de Dança - 00 : 28 PM

Kaoru e Enishi dançavam empolgados, envoltos pelas luzes. Já estavam exaustos, mas não diminuíam a empolgação. Enishi, vez ou outra procurava envolver Kaoru com segundas intenções, mas ela sempre conseguia desviar de suas mãos bobas e tentativas de beijo. Embora o atiçasse de propósito. Parecia dança do acasalamento.
    Assim que a música termina, os dois afastam-se da pista de dança, parando próximo á uma escadinha que levava á cabine de um dos DJ.

KAORU: - Nossa! Esaa danceteria é boa mesmo! Tô amando!

ENISHI: - Só falta uma coisa pra ficar melhor.... ( segura sua cintura)

KAORU: - ......achar todo mundo! - corada. - Eu só vejo o Shishio!

ENISHI: - Impossível não vê-lo...

  Eles avistam Shishio ( ponto verde-limão fosforescente ) dançando freneticamente em círculos. Gota.

ENISHI: - Ei, Kaoru .... - respira fundo. - Fica comigo?

KAORU ( vermelhão) : - Hãn... eu ... eu ... TAE!!!!!!!!!!!!!

Kaoru avista a amiga e prontamente se aproxima, com a intenção de escapar de Enishi.

TAE: - Oi, Kaoru! Não pensei que te acharia aqui! Você é tão tapadinha pra esse tipo de coisa....

KAORU ( controlando a raiva ): - E.... o que você veio fazer aqui?

TAE: - Pegar homens! E mulheres também!

Nisso, surge Kanoe e Yuuto (de X ), Rosiel ( de angel sanctuary ), Luxúria ( de Fullmetal Alchemist) e Raito ( de Death Note)

Luxúria: - Vamos logo, Tae! O quartinho da boate tá livre!

KAORU: - T - Taeeeee?!!!! O que significa isso? Você é .... bissexual?!

TAE: - O mundo é livre, Kaoru! Precisamos nos adaptar...ei! Você também tá evoluindo, pegando o cara que te sequestrou...

KAORU: - Eu não estou pegando ele!

ENISHI: - Vamos fazer uma fantasia sadomasoquista.

KAORU: - O QUÊ?! Mentira! Seu tarado! - bate nele.

TAE: - Deixa de ser Sandy, Kaoru! Dá logo pra esse gostosão duma vez!

KAORU ( espumando de raiva ) : - Tae! Não estou te reconhecendo! Você fazendo swing com amigos...

TAE: - Amigos?! Acabei de conhecê-los! Há, Kaoru, se você não dá, pelo menos deixa o Enishi en...

KAORU: - CALA A BOCA, TAE!!!! Como pode vir aqui fazer uma coisa dessas?! Que raio de exemplo você está dando pra Tsubame e as crianças?!

TAE: - Sossega! A Tsubame tá assistindo um desenho que aluguei para as crianças.

* casa da Tae *

Tsubame e as netas do doutor Guensai assistem ao desenho Branca de Neve e os Sete Anões - versão para adultos, na sala. Os olhos estão arregalados, imóveis de espanto, traumatizadas.

ROSIEL: - Vem logo, Tae! Eu tô querendo me...!!!

Enishi e Kaoru arregalam os olhos assustados. Tae se afasta e o quarteto sai abraçado, já começando dali os amassos. Gota enorme. Os dois se encaram e Kaoru sorri sem graça, sem saber como explicar.

ENISHI: - Esquece. Não há explicação.... - ajeita os óculos. -  Mas voltando ... vamos  "ficar"  hoje? Prometo que me comporto.

KAORU: - Não dá .... eu ... o Kenshin .....

ENISHI: - Pô! Aquele battousai sempre me atrapalha! Veja, me olha! Eu sou feio?!

KAORU: - Não, pelo contrário .... muito pelo contrário....

ENISHI: - O que o battousai tem que eu non tenho?! O que ele faz que eu non faço?!

KAORU: - Ele é bonzinho e uma ótima empregada. Você nem sabe lavar uma louça. E .... ele nunca me sequestrou...

ENISHI: - .........nossa. Essa doeu, Kaoru. - bate no peito magoado. - Doeu lá no fundo, cara. Tomoe, desculpa. Mas eu desisto!

KAORU: - Enishi, espera! Onde você vai? Vamos ser amigos!

ENISHI: - Amigos coisa nenhuma! Fica longe, você feriu os meus sentimentos! Os loucos também amam!!!!

  Área Vip -  00 : 45 PM

  Sentados em uma mesa que permitia a visualização inteira da danceteria pelo alto, estava Soujirou e sua turma. Diferente do  " povo " , os frequentadores da área vip desfrutavam de um local limpo e arejado, com direito á uma mini pista de dança.

ASUKA ( evangelion) : - Até parece que eu, uma dos pilotos do EVA iria curtir a danceteria com a ralé como faz a Misato! Pára de falar besteira, Shinji!!!

SHINJI( evangelion) : - .............eu não falei nada............eu não falo nada.......

ASUKA: - Cala a boca, já tá falando! Ei, o que é aquele ponto verde-limão na pista de dança?

SOUJIROU: - É o senhor Shishio, animal! - olha para o outro lado, vendo uma mulher de vermelho praticamente se esfregando nos dois homens que dançavam com ela . - Olha só que biscate .... é a Yumi?! Preciso avisar o senhor Shishio!

HOKUTO: - Deixa de ser puxa-saco, Soujirou! Viva o amor livre!!!

ASUKA: - É, leva na boa...ei, Rei. Olha a gracinha que tá dançando!

  Rei observa com seu olhar vegetal a mini pista de dança, onde Kamui ( de X) dançava sensualmente.

ASUKA: - Uau...ele tá nme excitando....há, credo, Rei! Você não fala nada! Sua mala!

Soujirou vira os olhos desinteressado, debruçando-se na pequena grade. Foi então que viu abaixo, Megumi no maior dos amassos com Kira( o de Angel Sanctuary, não o Raito ¬¬), estavam quase á ponto de serem advertidos pelo segurança por atentado ao pudor. Soujirou riu de forma macabra, pegou a garrafa de cerveja que estava na mesa, jogando todo o conteúdo sobre o casal. Eles se afastaram de imediato, surpresos e indignados.

SOUJIROU: - Apaga logo esse fogo ou vai ficar de barriga!

MEGUMI: - Soujirou, seu desgraçado! Desfez minha escova! Você me paga!

SOUJIROU: - Vai se f****  no motel! Há,há,há!!!!

  Barzinho - 01 : 15 AM


Tomoe afastou-se da pista de dança, louca para beber um copo de água bem gelada. Ao vê-la, o queixo de Mestre Kame( de Dragon Ball ) foi ao chão.

KAME: - E aí, Mortícia! Quer fazer a minha fantasia? Ou prefere vir apagar meu fogo?

Ela preferiu ignorar o comentário do possível maníaco sexual e sentou-se em um dos bancos. Suspiro. Não conseguia encontrar Kenshin em lugar algum. Também, encontrar um ruivo baixinho no meio de tanta gente era como encontrar uma agulha num palheiro. Pelo menos sabia que Kaoru não estava com ele e isso era bom. Enishi conseguira grudar nela como chiclete no sapato. Isso que era irmão, comia na sua mão. Se sacrificava para agradá-la.
     Avistou Aoshi entediado na mesa. Ele era um partido e tanto, especialmente vestido daquele jeito dark. Tomoe poderia conquistá-lo facilmente com seu charme gélido. Talvez uma outra vez. Foi então que da pista de dança emergiu um Kenshin assustado.

KENSHIN: - Oro!  - se abanando . - Mas esse lugar está um forno!

TOMOE: - Realmente .... o que houve com seu cabelo?

KENSHIN: - Derramaram acidentalmente aquela bebida azul no cabelo deste servo! Manchou o cabelo deste servo!


TOMOE: - Mas ficou bom. Te faz parecer uma espécie de punk.

KENSHIN: - Este servo não é punk! Não combina com este servo!

 Nisso, Ryukku ( de Death Note) acompanhado por Vash( de Trigun)e Kakashi ( de Naruto) apontam pra ele:
- Você traiu o punk, véio!
Kenshin os encara com gota.

KENSHIN: - Este servo gasta uma fortuna fazendo hidratação e recoloração para deixar o cabelo com cor bem natural!

TOMOE: - .... está com fome? Comprei estes salgadinhos petiscos.


KENSHIN: - Este servo irá se servir.

  Kenshin então nota as pernas de Tomoe cobertas pela meia calça preta e visíveis pela minissaia. Ele se engasga com o salgadinho.

KENSHIN: - COF!COF!! Hã.... você está muito bonita. Essa roupa fica ótima em você.

TOMOE: - ........obrigada.

KENSHIN: - Onde estarão os outros? Este servo só vê o Aoshi e o Shishio que é aquele ponto luminoso que fica se mexendo na pista de dança.

TOMOE ( olhar gélido ) : - Você está procurando a Kaoru?

KENSHIN: - Não. Este servo está procurando o mestre. Este servo tem que ficar perto e de olho no mestre!

Tomoe arregalou os olhos supresa. Por quê Kenshin estava tão preocupado com o mestre? Afinal, Hiko era um homem maduro e másculo, não precisava que tomassem conta dele. Teria então Kenshin tendências homossexuais?!

TOMOE: - Mas Hiko é um homem adulto. Ele sabe se cuidar, é um quarentão!

KENSHIN: - Esse é o problema. Quando o mestre vem para um lugar frequentado por jovens, ele se empolga demais, esquece a própria idade e arranja problema....

  Barzinho - 01 : 06 AM

O local possuía um movimento razoável. No balcão, a sensual Faye Valentine ( de cowboy bebop ), trajando um vestido semi transparente, bebia um copo de uísque e fumava um cigarro.  De repente, ela se viu abordada por Seijurou Hiko, que debruçou-se no balcão a encarando com seu olhar 43 ( pff, hehehe).

HIKO: - Oi, gracinha. Percebi que está sozinha. - pisca. - Eu sou uma excelente companhia!

FAYE: - Se enxerga, tio!

  Faye solta uma densa baforada de cigarro na cara de Hiko, indo embora. Enquanto o imponente homem começa a tossir violentamente, quase se engasgando por causa da fumaça de nicotina.
  Após se recuperar, Hiko avista, em uma mesa, Bulma, Videl e Chi-chi  ( de dragon ball ) conversando animadamente. Ele pára na frente delas, colocando as mãos na cintura, estufando o peito e jogando os longos cabelos para trás. Isso sem contar a cara de maioral.

HIKO: - Olá, garotas. Vejo que estão precisando de um homem como eu para satisfazê-las.

  Ele respira fundo e ergue os braços, começando a fazer aquelas poses de alterolifistas e misters universo, para mostrar seus músculos bem definidos. Gota. Videl assiste enojada, Chi-chi sente o sangue ferver de raiva e Bulma tenta segurar o riso. Hiko continua a fazer suas poses até alguém tocar em seu ombro.

- Por quê está se exibindo para nossas esposas?

  Ao se virar, Hiko avista Goku, Vedita e Gohan ( de dragon ball ), que o encaravam com os braços cruzados e olhar assassino. Hiko engole em seco, sorri abestalhadamente e se afasta sob o olhar atento dos sayajins. Desconcertado, ele continua a procurar uma mulher, então avistando Jessie ( de pokémon ) que dançava empolgada na pista de dança.
  Hiko sorri confiante e se aproxima. Decidiu que dessa vez seria rápido e certeiro. Foi dançando - na verdade só mexendo os braços para mostrar os músculos -  até a garota. Estando frente - á - frente, ele puxou Jessie pela cintura, praticamente a agarrando.

JESSIE: - EI ! Qual é a tua, mané?! Me solta !!

HIKO: - Há, pitxuquinha. Dá um beijinho e eu te farei ver estrelas!

JESSIE: - Grrr!!!!!! Eu é que vou te fazer ver estrelas, tio sukita!

  O mestre, empolgado, fecha os olhos e faz beicinho, esperando o beijo. Jessie se enfurece mais ainda e lhe aplica uma violenta cabelada com seu volumoso cabelo vermelho, na cara de Hiko. O mestre do estilo Hiten Mitsurugi foi acometido por uma dor que o fez, literalmente, ver estrelas. Além do vermelhão provocado pela pancada, o sangue jorrou por ter quebrado um dente.

JESSIE: - Vai se olhar, no espelho! Palhaço.

 Resmungando coisas inaudíveis, Hiko avista o que parecia uma bela criatura com roupas de vinil e casaco de pêlos que dançava sensualmente na pista. Era tão fascinante que mais parecia uma sósia da Madonna.

HIKO: - Esse sim é o tipo que me deixa louco!
Ele se aproxima usando todo seu charme e lábia infalíveis.

HIKO: - Ei, você está machucada, princesa?

- PrincesA?
- É, porque você caiu do céu, meu anjo. Uma deusa dessas...orooo!!!É homem!!!

 Hiko arregala os olhos assustado ao ver Mello ( de Death Note). O loiro o fuzilou com os olhos, aplicando em seguida um murro que quase o fez voar como se tivesse sido atingido por algum golpe do Hiten Mitsurugi.

MELLO: - Vou te fazer chorar como uma mulher agora!

 Antes que pudesse fazer alguma coisa, Hiko levou uma rasteira e começou a ser pisado pelo coturno plataforma de Mello, que o deixou esparramado no chão.

MELLO: - Se vier com essa besteira pra cima de mim de novo, eu te capo!

 Hiko esperou que ele se afastasse para então rastejar novamente até o bar. Iria precisar de terapia depois disso... levantou-se do chão com dificuldade sob o olhar atento das pessoas.

 Avistou, em uma mesa, Keitarô ( de love hina ), o jovem nerd dono de uma pousada, rodeado de belas adolescentes. O mesmo aconecia com L ( de Death Note) que era rodeado por otakas que lhe faziam comer todos os doces que traziam. Hiko balançou a cabeça desolado. Não conseguia compreender como um franguinho raquítico e um cara de olhos esbugalhados conseguia garotas e ele não. E, ao ver Haruka e Michiriu ( de sailor moon ) aos beijos, pensou em como as duas poderiam ficar juntas sendo que ele estava disponível. Cambaleando, conseguiu sentar-se em um banco, onde também estava um Brock ( de pokémon ) desconsolado.

BROCK: - Ei, amigo. As mulheres também não te querem?
HIKO: - .... é. Pelo visto hoje eu não pego ninguém.
BROCK: - Você não é o único. - lhe estende uma garrafa de pinga.
     Hiko aceita e, após um gole, ambos suspiram desiludidos.

  Caixa da Danceteria - 01 : 37 PM

Saitou observava o local para assegurar-se que a confusão estivesse sobre controle. Não reconhecia ninguém na pista de dança, exceto o ponto verde-limão fusforescente que ele sabia ser Shishio. Incrível como ele não parara de dançar desde que chegara. Teve quase certeza de ouvir Yumi gritar  "- Pare! O senhor está no limite! "
     O policial acendeu um cigarro, procurando acalmar-se. Acabara de receber a notícia de que havia ocorrido uma fuga de presos em um presídio próximo após uma rebelião. Como gostaria de estar perseguindo esses meliantes! Espirrando spray de pimenta em suas caras e batendo-os com o cassetete! Mas aceitou o cargo de chefe de segurança na danceteria porque o salário era maior e tinha direito á uma ótima cesta básica. E ele tinha família para sustentar.

  Nisso, Yahiko se aproximou acompanhado pelas Sailors.
SAITOU: - O que está fazendo aqui, garoto? Tá com sono e quer ir embora?

YAHIKO: - Nem ferrando! Isso aqui tá muito bom!

VÊNUS: - Yahiko é tão fofinho! É o nosso menininho! - aperta a buchecha dele.

SAITOU: - Você não vai ficar bravo? Há poucos minutos você quase esganava quem te chamava de garoto e agora deixa que cuidem de você como um bebê...

YAHIKO: - Descobri que ser criança tem suas vantagens, he,he,he!

PLUTÃO: - Pivetinhos como você dá vontade de apertar!

YAHIKO: - Ó, Saitou. Esta aqui é a Rey. Ela queria te conhecer pra te dar uns cato!

JUPITER ( gota ) : - Sua sinceridade é comovente...

  Antes que a Sailor Marte pudesse dizer alguma coisa, ouve-se um estrondo. Na entrada arrombada da danceteria surge uma tropa de choque da polícia, devidamente uniformizada e armada com revólvers, cassetetes e metralhadoras. Silêncio total.

- TODO MUNDO PRO CHÃO AGORA !!!!!!!! TODO MUNDO PRO CHÃO !!!




Nenhum comentário:

Confira Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...